Início INSPIRAÇÃO Amor Delegacia dá brinquedos para crianças vítimas de maus tratos durante ocorrência

Delegacia dá brinquedos para crianças vítimas de maus tratos durante ocorrência

Não restam dúvidas de que delegacia não é lugar de criança. Mas também sabemos que muitas crianças são levadas para delegacias porque sofreram maus tratos ou porque foram acompanhar os pais, pois não tinham com quem ficar durante a ocorrência.

Foi pensando nisso que o escrivão Matheus Soares, da Delegacia de Polícia Civil de São Sebastião do Paraíso, no interior de Minas Gerais, teve a ideia de arrecadar brinquedos para crianças que chegam à delegacia. São bonecas, bichinhos de pelúcia, carrinhos, aviões, bonecos, entre outros brinquedos que toda criança adora.

Leia também: Delegado transforma vida de ex-usuária de crack que havia prendido em SP

A campanha ‘Nossos alvos são… BRINQUEDOS’ começou em um dia simbólico: 12 de outubro, Dia das Crianças. “Conseguimos arrecadar uma quantidade razoável de brinquedos e alguns até já foram doados. A ideia tem dado muito certo”, disse Matheus ao Razões para Acreditar.

“Acontece muito de aparecer filha acompanhando mãe vítima de violência doméstica. Quando tem conflito familiar, também. Delegacia é um ambiente pesado [para crianças]. Às vezes, a criança aparece aqui porque a mãe foi vítima, o pai autor ou ela foi vítima”, explica.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Infelizmente na nossa Delegacia nos deparamos com situações em que crianças sao vitimas ou estão acompanhando os pais que por algum motivo viram parar na nossa Delegacia. Independente do motivo que as levaram lá cabe a nos Policiais receber bem essas crianças e pensando nisso tivemos a ideia de fazer um estoque de brinquedos para ficar a disposição delas. Contamos com a sua colaboração. Obrigado

Uma publicação compartilhada por Matheus Almeida (@_matheus_18) em

Matheus lembra com carinho de uma mãe que apareceu na delegacia com dois filhos. Cada filho ganhou um brinquedo, mas a mãe disse que tinha mais um filho em casa. Então, para não ter ciúmes, o escrivão permitiu que ela levasse um terceiro brinquedo.

A ação está apenas começando e será permanente, conforme as doações forem chegando. A longo prazo, o que Matheus considera como o ideal, é montar uma pequena brinquedoteca na delegacia, para que as crianças possam brincar no local. Para isso, serão necessários mais brinquedos, e é muito fácil doar. Até mesmo a pequena Alice, da foto abaixo, deu sua contribuição.

Os brinquedos podem ser entregues direto na Delegacia de Polícia Civil de São Sebastião do Paraíso, para Matheus ou o investigador Felipe, em dois horários: das 9h às 12h ou das 14h30 às 18h.

Ah, leia a matéria que fizemos sobre a relação de Matheus com sua mãe, dona Zilda, clicando aqui.

[Nota da Redação]

Agora temos um canal no YouTube! Assista ao primeiro vídeo falando sobre uma inciativa que une Brechó com adoção de animais, e se inscreva no canal aqui.

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

delegacia brinquedos crianças vítimas

crédito das fotos: Matheus Soares/Arquivo pessoal

Relacionados

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

982,413FãsCurtir
1,678,492SeguidoresSeguir
8,229SeguidoresSeguir
10,900InscritosInscrever

+ Lidas

Designer da UFMG cria embalagem sustentável de pasta de dente que pensa fora da caixa – literalmente!

Um projeto acadêmico liderado por Allan Gomes, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), repensa a maneira como as embalagens são dispostas aos consumidores...

Mãe pede pizza só para ver o filho entregar no primeiro dia de trabalho

Lindo gesto de amor da mãe para incentivar o filho no novo trabalho!

Pesquisadores do Paraná criam membrana capaz de desenvolver pele e ossos

O futuro da medicina está cada vez mais próximo do presente. No Paraná, pesquisadores da Universidade Estadual de Londrina criaram uma membrana que é...

Aluno usa dinheiro que ganhou de aniversário para pagar ida de amigo a excursão

Um gesto de amizade envolvendo dois estudantes da escola Francisco Murilo Pinto em Bragança Paulista (SP) tem comovido milhares de pessoas na internet.

Casal gay adota bebê com HIV que foi rejeitada por 10 famílias

Pouco depois de nascer, Olivia foi abandonada em um orfanato. Na fila de adoção, foi rejeitada por 10 famílias. O motivo? A menina é...

Instagram