Delegacia dá brinquedos para crianças vítimas de maus tratos durante ocorrência

Não restam dúvidas de que delegacia não é lugar de criança. Mas também sabemos que muitas crianças são levadas para delegacias porque sofreram maus tratos ou porque foram acompanhar os pais, pois não tinham com quem ficar durante a ocorrência.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Foi pensando nisso que o escrivão Matheus Soares, da Delegacia de Polícia Civil de São Sebastião do Paraíso, no interior de Minas Gerais, teve a ideia de arrecadar brinquedos para crianças que chegam à delegacia. São bonecas, bichinhos de pelúcia, carrinhos, aviões, bonecos, entre outros brinquedos que toda criança adora.

Leia também: Delegado transforma vida de ex-usuária de crack que havia prendido em SP

A campanha ‘Nossos alvos são… BRINQUEDOS’ começou em um dia simbólico: 12 de outubro, Dia das Crianças. “Conseguimos arrecadar uma quantidade razoável de brinquedos e alguns até já foram doados. A ideia tem dado muito certo”, disse Matheus ao Razões para Acreditar.

“Acontece muito de aparecer filha acompanhando mãe vítima de violência doméstica. Quando tem conflito familiar, também. Delegacia é um ambiente pesado [para crianças]. Às vezes, a criança aparece aqui porque a mãe foi vítima, o pai autor ou ela foi vítima”, explica.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Matheus lembra com carinho de uma mãe que apareceu na delegacia com dois filhos. Cada filho ganhou um brinquedo, mas a mãe disse que tinha mais um filho em casa. Então, para não ter ciúmes, o escrivão permitiu que ela levasse um terceiro brinquedo.

A ação está apenas começando e será permanente, conforme as doações forem chegando. A longo prazo, o que Matheus considera como o ideal, é montar uma pequena brinquedoteca na delegacia, para que as crianças possam brincar no local. Para isso, serão necessários mais brinquedos, e é muito fácil doar. Até mesmo a pequena Alice, da foto abaixo, deu sua contribuição.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A Alice foi até a Delegacia hoje acompanhada de sua mãe @danisprado para ajudar na arrecadaçao de brinquedos fiquei feliz demais em poder presenciar isso. Muito obrigado.

Uma publicação compartilhada por Matheus Almeida (@_matheus_18) em

Os brinquedos podem ser entregues direto na Delegacia de Polícia Civil de São Sebastião do Paraíso, para Matheus ou o investigador Felipe, em dois horários: das 9h às 12h ou das 14h30 às 18h.

Ah, leia a matéria que fizemos sobre a relação de Matheus com sua mãe, dona Zilda, clicando aqui.

[Nota da Redação]

Agora temos um canal no YouTube! Assista ao primeiro vídeo falando sobre uma inciativa que une Brechó com adoção de animais, e se inscreva no canal aqui.

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

delegacia brinquedos crianças vítimas

crédito das fotos: Matheus Soares/Arquivo pessoal

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,505,556SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Marido apaixonado envia flores todos os dias à esposa internada com Covid no hospital

Com a pandemia do coronavírus, as relações estão sendo colocadas à prova. No entanto, se alguns casais estão sendo obrigados a aguentar a distância,...

Relato emocionante: Filha divide conquista com o pai falecido, enviando mensagem mesmo após sua morte

Só quem já passou pela perda de um pai pode entender o sofrimento e a beleza do ato dessa filha. Jéssica passou na prova...

“Manifesto” pelo fim do machismo na educação dos meninos viraliza na web

Casos como o do estupro coletivo de uma jovem de 16 anos por 33 “homens” no Rio de Janeiro, que dominou o noticiário recentemente,...

Menina explica significado da bandeira LGBT para o irmão, dá show de maturidade e áudios viralizam

“A bandeira é gay! Não é de amizade! Cada um cuida da sua vida, entendeu?”

Professora usa música para aluno surdo interagir com os colegas

"Antes, eu não conseguia falar com o Jeferson. Agora, eu consigo falar muito bem com ele."

Instagram