Delta Airlines oferece voos e investe US$ 1,5 mi no combate ao tráfico de pessoas

A elta Air Lines ofereceu mais de 100 voos para o transporte de sobreviventes e vítimas de tráfico de pessoas. O programa de doação de milhas ‘SkyWish’ foi criado em parceria com a Polaris, empresa que analisa dados sobre tráfico humano.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A companhia também fez uma doação adicional de US$ 1,5 milhão para a Polaris apoiando de forma contínua a organização e a National Human Trafficking Hotline, que conecta vítimas e sobreviventes do tráfico sexual e trabalho forçado a serviços de ajuda e segurança.

A contribuição adicional manterá a organização nos próximos três anos e foi feita após a doação inicial de US$ 1 milhão em 2017, totalizando o investimento de US$ 2,5 milhões da Delta.

Delta oferece 100 voos para ajudar sobreviventes e fornece mais US$ 1,5 milhão para a linha de denúncia de tráfico de pessoas dos Estados Unidos

Além de ajudar a Polaris a realizar análises fundamentais de dados sobre tráfico humano que apoiam os trabalhos de combate ao tráfico nos Estados Unidos, o financiamento ajudará a garantir pessoal suficiente para responder aos 200 a 300 contatos feitos diariamente.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Desde o primeiro financiamento da Delta, houve aumento de 36% nos contatos de sobreviventes, incluindo aumento de 21% nos contatos desde 2017. A linha direta recebeu 41.088 contatos no ano passado.

“É gratificante ver os resultados da nossa parceria com a Polaris ajudando na luta contra o tráfico de pessoas e vendo que o nosso apoio pode mudar vidas”, disse Allison Ausband, vice-presidente sênior de serviço a bordo e líder do Comitê Executivo da Delta Contra o Tráfico de Pessoas.

“O problema do tráfico de pessoas tem que ser combatido agressivamente de todos os ângulos, e para a Delta isso significa reunir nossos quase 200 milhões de clientes e 80 mil funcionários nessa luta. Todos nós temos um papel a desempenhar e podemos fazer a diferença.”

Leia também: Crianças de comunidade carente de Curitiba são surpreendidas com lanche e agasalho na volta às aulas

Segundo a Organização Internacional do Trabalho, 25 milhões de pessoas vivem hoje como escravos, e 71% das vítimas de tráfico de mão de obra relatam que são recrutadas durante voos para os Estados Unidos, e quase 40% de todas as vítimas de tráfico de pessoas relatam estar em voos durante a exploração.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Delta oferece 100 voos para ajudar sobreviventes e fornece mais US$ 1,5 milhão para a linha de denúncia de tráfico de pessoas dos Estados Unidos

A parceria da Delta com a Polaris levou a uma série de iniciativas desde o início de 2017. Este ano, a companhia aérea criou um vídeo que foi reproduzido em todas as aeronaves equipadas com telas na parte traseira dos assentos durante o mês de janeiro de conscientização sobre tráfico de pessoas.

A Delta também apoia os sobreviventes de tráfico na retomada de suas vidas, oferecendo cursos com orientações sobre o desenvolvimento profissional. A empresa recebeu, por meio da Polaris, a sugestão de sobreviventes para criar um treinamento personalizado e treinou 66 mil funcionários até o momento para que possam identificar e denunciar o tráfico de pessoas.

Como ajudar a combater o tráfico de pessoas

Os membros do programa SkyMiles podem doar milhas à Polaris para ajudar a transportar sobreviventes, garantir sua segurança ou fornecer cuidados fundamentais.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mais de 6 milhões de milhas foram doadas até agora por clientes da Delta. Algumas histórias de sobreviventes transportados pela Delta são apresentadas abaixo:

  • Uma menina sobrevivente de tráfico sexual identificada pela polícia foi transportada pela Delta do país onde sofreu a exploração de volta aos Estados Unidos, e a guarda da criança foi transferida diretamente para sua mãe;
  • A National Human Trafficking Hotline trabalhou com um provedor de serviços e com a polícia para fornecer recursos aos sobreviventes de um negócio de massagem ilegal que operava em vários locais depois que a polícia fechou os estabelecimentos. A Delta transportou uma sobrevivente e a inseriu em um programa de longo prazo fora do estado para receber apoio contínuo;
  • Outra sobrevivente ganhou a guarda de seu filho depois de perdê-la durante uma situação de tráfico. Com o voo da Delta, nós a transportamos de volta para casa para ficar com o filho e depois levamos os dois para um programa de recuperação de longo prazo.

Delta oferece 100 voos e fornece US$ 1,5 milhão para linha de denúncia de tráfico de pessoas

“Não poderíamos estar mais orgulhosos com a nossa parceria com a Delta Air Lines e a sua equipe de funcionários dedicados nos ajudando a combater o tráfico de pessoas”, disse Bradley Myles, CEO da Polaris.

Leia também: Ex-empregada doméstica ‘enfrenta’ o tráfico e alimenta 230 crianças todos os dias em favela de SP

“O trabalho da Delta continua abrindo o caminho, ajudando a garantir a equipe para atender as chamadas recebidas pela National Human Trafficking Hotline ou estimulando seus clientes a doar milhas para ajudar os sobreviventes a chegar em casa depois de uma situação de tráfico.”

Para ajudar a Delta e promover a hashtag #GetOnBoard, aprenda a detectar os sinais do tráfico de pessoas. Salve o número da National Human Trafficking Hotline para denunciar e receber dicas em seu telefone ligando para 1-888-373-7888 ou mandando mensagens de texto para 233733. Doe milhas em Delta.com/SkyWish.

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

Fotos: Divulgação

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,495,414SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Garoto surdo cria campanha para arrecadar dinheiro para outras crianças surdas

Braden Baker, de 10 anos, usa aparelhos auditivos desde que era um bebê. Ele soube que o aparelho custa 3 mil dólares quando o...

Bailarina recebe primeiras sapatilhas da cor de sua pele: ‘Não vou precisar pintar mais’

“É uma sensação de dever cumprido, de revolução feita, viva a diversidade no mundo da dança. E que avanço, viu, demorou mas chegou!”, disse a bailarina.

Estes hospitais foram projetados para ajudar a curar mais rapidamente

Segundo matéria da Fast Coexist, as principais causas de morte em hospitais nos EUA são infecções hospitalares e erros médicos. Porém, redesenhar o espaço físico...

Mulher trabalha como lavadora de pratos em asilo para poder ver marido com Alzheimer durante a pandemia

Mary Daniel, 57 anos, nos mostra lindamente que quando amamos uma pessoa, somos capazes de nos reinventar completamente. Ela estava há 114 dias sem ver...

Garota exalta a beleza do seu cabelo crespo em vídeo e viraliza: ‘Sou minha própria referência’

Manuella não hesita em se achar linda com seus cabelos crespos - porque ela é mesmo! - e faz questão de dizer isso para...

Instagram