Depois de ver a situação de crianças no Quênia, atores fazem campanha para elas continuarem estudando

Todos nós passamos por experiências transformadoras que nos despertam e nos fazem sair da inércia. Todo mundo passa por isso em algum momento da vida.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O ator Ivan Drukier Waintrob passou por essa catarse quando viajou ao Quênia e conheceu o trabalho na escola Gatoto, que fica na capital do Quênia, Nairóbi.

Nessa primeira viagem, Ivan começou a perceber o quanto pequenas atitudes – como comprar alguns pincéis e tinta e fazer atividades lúdicas com os alunos – poderiam causar uma pequena revolução no dia a dia dos crianças no Quênia. Elas se encantaram, por exemplo, com o fato de que quando misturamos a tinta azul com amarela resulta na cor verde, e isso, de tão simples, se mostra encantador.

Saiba como ajudar o projeto clicando aqui.

Quando voltou ao Brasil, contava pra todos os amigos sobre essa experiência que havia passado e uma desses amigos também quis conhecer, foi o ator Caco Ciocler, que logo se interessou pela história e quis saber de que forma podia ajudar, pois a situação na escola e no vilarejo sempre precisa de muita ajuda. Na nova viagem, resolveram levar um pouco do mundo do cinema às crianças da Gatoto, conseguiram algumas câmeras (modelos simples), e pediram que as crianças registrassem (de forma autoral e amadora) a realidade em que vivem, e mais uma vez o resultado foi transformador para todos que passaram pela experiência, o filme que resultou do projeto pode ser visto aqui.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quando voltaram ao Brasil, perceberam que não podiam ficar quietos, eles tinham que ajudar essa escola que vem transformado a vida de crianças e adolescentes por tanto tempo e que agora passa por mais dificuldades do que as habituais.

Desde 1994, a escola dá a essas crianças e adolescentes uma perspectiva de futuro. Sem o seu apoio, todas elas estariam nas ruas sem alimentação nem ensino. Você pode contribuir com qualquer quantia ou adotando uma criança ou adolescente. A escola aparece no ranking das 10 melhores comunitárias de Nairóbi e compete de igual para igual com escolas privadas e públicas, com ótimos resultados em testes nacionais de desempenho e competições de arte e esporte. Conheça sua história através da fundadora da escola:

O projeto Adote um aluno no Quênia (que você pode ajudar clicando aqui) possibilitará a continuidade do trabalho da escola Gatoto, que fica na capital do Quênia, Nairóbi. A escola passa hoje por diversas dificuldades e o atendimento básico aos seus alunos – crianças e adolescentes de 5 a 15 anos de idade – corre o sério risco de acabar.

A campanha, como comentamos, é uma realização do ator Caco Ciocler e de Ivan Drukier Waintrob. No vídeo a seguir, eles falam mais sobre o projeto:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

https://vimeo.com/139717815

Ajude essas crianças e adolescentes a sonharem com um futuro melhor. Saiba como clicando aqui.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ajude essas crianças e adolescentes a sonharem com um futuro melhor. Saiba como clicando aqui.

Fotos: Santiago Del Giudice

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,637,823SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

São Luís é a 1ª capital brasileira a vacinar pessoas com 18 anos ou mais sem comorbidades contra a Covid-19

Boas notícias para a capital maranhense! Desde terça-feira (22), São Luís se tornou a primeira capital do país a vacinar pessoas a partir de...

Terapia com cavalos miniatura traz conforto para vítimas de traumas

A terapia com os cavalos miniatura da Gentle Carousel tem feito grande diferença na vida de vítimas de trauma, pacientes em hospitais e cuidados paliativos. Debbie Garcia-Bengochea fundou...

Sem preconceito nem medo: mulher adota 3 meninas com necessidades especiais

Crianças com algum tipo de deficiência têm menos chances de serem adotadas por causa do medo das pessoas de não conseguir cuidar delas. Não...

Sobrinho canta e emociona em funeral do tio

Com o triste falecimento de seu tio Phil, seu sobrinho Paddy Leishman viu a oportunidade de homenageá-lo fazendo o que mais preza na vida,...

Instagram