Deputado rejeita auxílio-moradia e divide “república” com funcionários

1
972

O deputado estadual mineiro Noraldino Junior (PSC) divide uma “república” com mais seis funcionários, abrindo mão de receber quase R$ 5 mil.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“É a nossa equipe desde quando era vereador, temos uma relação de amizade e quis trazê-los comigo, mas ficaria caro morar aqui”, afirma o deputado. O apartamento fica a poucos metros da Assembleia Legislativa. O grupo divide um espaço com quatro quartos, três banheiros, duas varandas e uma ampla sala.

Com um salário de R$ 23.322,55, é o parlamentar quem banca o aluguel de R$ 3,1 mil (R$ 900 só de condomínio) e a conta de luz de cerca de R$ 200 sozinho. Os funcionários garantem que não são obrigados a tirar nada do próprio bolso.

Cada um tem a sua chave da casa alugada mobiliada. A desvantagem de morar com o “chefe” é que às vezes eles conversaram sobre trabalho madrugada adentro. “Às vezes o Noraldino tem uma ideia às 23h30 e resolve discutir”, conta Heloyr.

A casa tem um regimento interno afixado na porta da cozinha. Comer apenas na mesa, apagar as luzes e tomar banhos de no máximo 10 minutos são algumas das regras básicas. Também é proibido andar de pijama fora dos quartos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Ninguém se entromete na vida de ninguém, é todo mundo casado e temos um ambiente de respeito”, garante o chefe do gabinete.

via [em.com.br]

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.