Conheça o desenho animado com as ‘Meninas Super-Poderosas’ da Amazônia

Criada pelo designer Otoniel Oliveira, a série animada ‘Icamiabas na Amazônia de Pedra’ é uma série animada paraense protagonizada por quatro super-heroínas indígenas que salvam o dia quando a cidade está sob ataque de diferentes criaturas folclóricas que se apresentam a cada novo episódio.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Apelidadas por seu criador como as “estagiárias dos deuses”, as heroínas cumprem as tarefas impostas por seus ‘chefes divinos’, como Jacy, a deusa da lua – uma blogueira de sucesso dos dias atuais, – e Tupã, que vive sua vida numa boa, trabalhando como cozinheiro!

Novo desenho animado terá ‘Meninas Super-Poderosas’ da Amazônia

Leia tambémOrixás da cultura Yorubá vão virar personagens de histórias em quadrinhos

A primeira leva de episódios foi lançada em 2017, com um orçamento suficiente para bancar a produção de cinco episódios, todos eles produzidos pelo Estúdio Iluminuras, que conta com seis animadores, três roteiristas e cinco atores/dubladores.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Novo desenho animado terá ‘Meninas Super-Poderosas’ da Amazônia
As Icamiabas na Amazônia de Pedra.

As icamiabas surgiram em curtas de um minuto veiculados na TV Cultura do Pará, ainda em 2012.

Uma parceria foi fechada entre o Instituto de Artes do Pará e o Portal Cultura com o objetivo de apoiar a produção de curta-metragens de animação para serem exibidos na rede aberta.

As duas entidades investiram R$ 18 mil para a produção de 15 curtas de um minutos cada, que foram exibidos na grade horária da TV Cultura e hoje estão disponíveis no canal do YouTube do Portal Cultura.

Três curtas foram desenvolvidos por Otoniel Oliveira e você pode conferir um deles aqui:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Viu só? Animação caprichada, né?!

Parando para pensar, as Icamiabas da Amazônia nos faz lembrar de um outro desenho muito querido, Meninas Super Poderosas (1998) – as garotas amadas pela cidade que sempre estão lá para defender o povo e, mesmo assim, precisam viver suas vidas como todo mundo – mesmo objetivo das cunhãs de Tupã.

Leia tambémJovem paraibano cria jogo de tabuleiro sobre a história da capoeira

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: Mapingua Nerd
Imagens: Divulgação

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,751,664SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

‘Chavoso’ e aluno da USP: quem é Thiago Torres e o que ele pensa sobre a universidade pública

Morador da periferia de Guarulhos, gay, Thiago Torres faz o estilo ‘chavoso’, traz diversidade para a USP e define a universidade pública como um espaço de emancipação para jovens como ele!

Desconhecido dá carona pra advogado não perder viagem com a família e recusa pagamento de R$ 2 mil

”O Hallan é um cara simples. Ele reforça a crença de que estamos nessa vida para amar e ajudar os outros”, afirma o advogado.

Após ir à Bienal do Livro, menina de 12 anos cria biblioteca comunitária no RJ

“Eu fui à Bienal do Livro e vi muitas crianças sentadas que pegavam livros para ler, mas depois precisavam devolver, às vezes antes mesmo...

Maranhão tem 431 detentos aprovados no ENEM

Este ano, segundo dados do Pessoas Privadas de Liberdade (PPL), 431 internos foram aprovados no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Somente na capital maranhense,...

O hip-hop como uma ferramenta de transformação social em Uganda

Se procurarmos um pouco encontraremos na internet muitos casos de esportes/dança que mudaram a realidade de jovens no Brasil e no mundo. Mas como...

Instagram