Hackathon para desenvolvedores negros tem inscrições abertas em São Paulo (SP)

No Vale do Silício, referência global em tecnologia, duas das maiores empresas contam com apenas 2% de desenvolvedores negros. Aqui no Brasil, um país com 54,9% da população negra e parda, na área de engenharia e computação, 92% dos trabalhadores são brancos, segundo dados do Ministério do Trabalho e Emprego.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Para propiciar olhares diferentes e variadas vivências para a inovação, a 99jobs — HRtech que trabalha com a inclusão de grupos minorizados no mercado de trabalho, realiza a primeira edição do Community Hack nos dias 14 e 15 de dezembro, em São Paulo.

O evento vai reunir desenvolvedores negros e negras da área de programação e desenvolvimento para uma maratona de desafios, aprendizados, mentorias e co-criação. Serão 32 vagas. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até dia 11/12 clicando aqui.

hackaton 99jobs desenvolvedores negros
Hackaton reunirá desenvolvedores negros e negras da área de programação e desenvolvimento para uma maratona de desafios, aprendizados, mentorias e co-criação. Foto: Divulgação

Imersão

O Hackathon terá uma imersão intensiva de 36 horas. A aplicabilidade de novas tecnologias para contribuir com a inclusão de grupos minorizados no mercado de trabalho faz parte dos desafios propostos na imersão.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Empresas que já estão enxergando a necessidade de se pensar a inovação por diferentes olhares, culturas e visões de mundo participarão levando mentores – todos negros – para auxiliar a maratona de desafios, e contar sobre os projetos inclusivos dos quais já participaram. Entre elas: Magazine Luiza, Itaú, Cielo, Pulse Raizen e Grupo Boticário.

Para Du Migliano, co-fundador da 99jobs, o caso emblemático que se deu no ano passado de uma tecnologia – uma saboneteira automática muito comum em banheiros públicos – que não reconhecia a pele negra e, com isso, não liberava o líquido para lavar as mãos dos negros é só um exemplo da falta de pluralidade dentro das companhias de tecnologia.

Ele analisa que: assim como essa tecnologia poderia ter sido desenvolvida ou testada por uma gama mais diversa de indivíduos com tons de pele variáveis, abrangendo a diversidade social existente, outras inovações tecnológicas, inclusive no recrutamento e seleção para o mercado de trabalho, devem considerar essa diversidade.

“A tecnologia de um chatbot para recrutamento, representado por uma jovem negra para o processo seletivo de um banco, por exemplo, permitiu mostrar que o banco não é só para homens brancos, e isso gerou uma identificação em pessoas de variadas etnias, que se inscreveram para se candidatar a vagas no Brasil inteiro. A tendência é que as inovações tecnológicas despertem esse sentimento de representatividade e que gerem negócios, ideias, e ambientes cada vez mais plurais e para todos”, finaliza.

Community Hack

Hackathon para desenvolvedores negros

Data: dias 14 e 15 de dezembro
Horários: sábado (14/12) das 10h às 19h30 e domingo (15/12) das 8h às 18h30
Local: Estação Hack do Facebook
Endereço: Avenida Paulista, 1374 (We Work), São Paulo/SP.
Inscrições: Clique aqui.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

Fotos: Divulgação

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,827,323SeguidoresSeguir
24,592SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Pai de neonazista de Charlottesville escreve carta após filho ser identificado

"Por favor, filho, renuncie ao ódio, aceite e ame a todos”

Samsung abre inscrições do Prêmio Respostas para o Amanhã durante FEBRACE

Abertura ocorre durante a FEBRACE, nesta terça-feira (19), onde a Samsung também oferecerá oficinas de aprendizagem criativa.

Detentos de penitenciária em SP fazem crochê para ajudar pacientes de hospital: “Me sinto útil”

“Tenho a sensação de ser útil e de estar ajudando a sociedade”, diz um dos detentos participantes do projeto "Os Entre Lanços do Crochê".

Dono de supermercado cria carrinho para que cachorros possam acompanhar seus donos nas compras

A ideia só podia ser um sucesso! Os clientes adoraram a iniciativa, e os gerentes de outras lojas da franquia demonstraram interesse em reproduzir a ideia nos seus estabelecimentos.

Erramos ao esperar que o amor seja igual nos filmes. Ele está nas pequenas coisas!

O amor é simples e está nas pequenas coisas. Essa frase resume bem essa história linda que vamos contar. Bete Melo, a mãe de Raissa...

Instagram

Hackathon para desenvolvedores negros tem inscrições abertas em São Paulo (SP) 2