Designer pernambucano vence competição mundial de mobilidade sustentável

O designer pernambucano Dayvid Almeida, 27 anos, ganhou uma competição global, organizada pela Michelin North America, que reconhece jovens designers que desenvolvem projetos de mobilidade voltados para o futuro sustentável.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O tema da competição para 2020 foi “Upcycle: desenvolvimento de uma mobilidade sustentável e que aproveite as possibilidades tecnológicas do futuro”. A partir dessa ideia, Dayvid criou o Volkswagen MUT.E, uma membrana feita de material inteligente, que se dobra transformando-se em um veículo ou em um mobiliário urbano.

volkswagen mute

Dayvid conta que sua maior inspiração é reduzir a eletrificação da mobilidade, foco atual da indústria automotiva. O jovem conta que essa forma não é tão sustentável e gera preocupações ainda maiores com o descarte da grande quantidade de baterias inutilizáveis com o tempo.

A proposta do VW MUT.E segue uma direção totalmente diferente. O veículo é impulsionado por pistões de ar designados como “smart materials” ou materiais inteligentes, permitindo que os pistões se estiquem para impulsionar o veículo na direção contrária, gerando movimento. Sendo o ar o principal combustível de locomoção, o veículo praticamente criaria vida ‘inspirando’ e ‘expirando’ o ar interno para se locomover”, explicou o designer.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mut.e também pode ser usado como mobiliario urbano
Mut.e também pode ser usado como mobiliário urbano

O prêmio

A cerimônia de premiação aconteceu online, por conta da covid-19. O evento antes estava marcado para acontecer em Montreal, mas foi cancelado.

Além de receber um troféu de reconhecimento, Dayvid terá uma revisão de seu portfólio com importantes diretores de design da indústria automotiva.

O jovem designer é de Vitória de Santo Antão (PE) e sempre foi apaixonado por carros. Ele diz que gosta de desenhar veículos desde pequeno.

volks mut.e pode se transformar em carro

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Em 2011, ele resolveu ingressar no curso de Design na UFPE, concluindo em 2018. “Nesse mesmo período tive a oportunidade de estudar design de interior automotivo na Hochschule Reutlingen, na Alemanha, por 1 ano (entre 2014 e 2015) através do programa Ciências sem Fronteiras. Isso me encorajou a acreditar ainda mais na minha capacidade de idealizar e projetar novos meios de transporte contribuindo para a mobilidade do futuro”, conta Dayvid.

Veja o vídeo da apresentação do Volkswagen MUT.E.

Parabéns pela criação e pelo prêmio, Dayvid!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

[Nota da Redação]

Estamos com um projeto especial com a Lancôme falando sobre a importância de compartilhar felicidade. Para ler todas as histórias clique aqui.

FONTE: Revista Algo Mais

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,634,668SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Daniel Dias alcança marca histórica de 31 ouros em edições do Parapan

Grande nome da natação brasileira, Daniel Dias está sempre buscando superar os próprios desafios.

Inspirado na avó diabética, aluno da BA cria produto de látex de mangabeira que ajuda a cicatrizar feridas

A avó de João Pedro de Oliveira, 19 anos, desenvolveu feridas na perna por causa da diabetes. Ela morreu há 5 anos, mas deixou...

Recomeço! Ex-detento abre salão de beleza debaixo de viaduto para tentar uma nova vida

Recomeçar é um passo importante na vida de pessoas como o Júlio César. Ele teve diversas passagens pelo sistema carcerário de Minas Gerais, totalizando...

Cão de duas patas tem o melhor dia de sua vida na praia

Duncan Lou Who é um cão que nasceu com duas patas com deformidade, o que resultou na amputação das mesmas, e mesmo com a...

Mulher cria floricultura móvel e encanta o bairro de Copacabana (RJ) a bordo de um Fusca

Quem passa pela famosa Avenida de Copacabana, no Rio de Janeiro, pode acabar encontrando um fusca verde, de 1969, repleto de flores. Difícil será...

Instagram