Detentas tocam cooperativa de artesanato e costura em SP

Um grupo de 30 presidiárias toca uma cooperativa de artesanato e costura, na detenção feminina de Tremembé 2, interior de São Paulo. A iniciativa é uma proposta da ONG Humanitas360, após negociações com o Governo e a Justiça do Estado.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Trata-se apenas da segunda cooperativa formada por detentas nos presídios do Brasil, que carregam a triste marca de ter a terceira maior população carcerária do mundo.

O projeto foi inspirado na cooperativa de presidiárias de Ananindeua, na Região Metropolitana de Belém, no Pará, de acordo com uma reportagem da BBC News Brasil.

“Quando explicamos o projeto, poucas presas quiseram participar. Depois, uma foi contando para a outra e chegamos em 30 pessoas. Hoje, o presídio inteiro quer entrar”, afirmou o vice-presidentes de operações da ONG, Ricardo Anderáos.

Leia também: Detentos produzem 200 mil peças de eletroeletrônica em presídio

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A cooperativa funciona em três salas pequenas numa área separada das celas onde as presidiárias ficam alojadas. Todos os dias, elas deixam as celas para trabalhar e manter a cabeça ocupada – bem longe de confusões que podem agravar sua situação na cadeia.

“Um dos pontos chaves da violência social é a questão carcerária. O encarceramento em massa alimenta facções criminosas, pois em geral você coloca pessoas condenadas por delitos não violentos para serem alistadas por grupos de criminosos”, explica Anderáos.

Graças à cooperativa, as detentas conseguem remissão de pena – um dia de pena para cada três trabalhados – e se comprometem a dividir o lucro dos produtos comercializados.

Há alguns meses as ‘sócias’ da cooperativa participam de oficinas de desenho, costura, artesanato e design. A ideia é formar profissionais com múltiplas habilidades, espírito empreendedor e deixar a criatividade tomar conta da elaboração dos produtos.

Em um futuro próximo, esses itens serão vendidos em lojas fora da prisão. O primeiro cliente da cooperativa será o próprio Governo de São Paulo, que se comprometeu a comprar as primeiras criações da cooperativa.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

crédito das fotos: BBC News Brasil/Reprodução

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM










Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,901,943SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Professora Helley, que salvou crianças de incêndio em Janaúba, é homenageada e dá nome a rodovia

Helley de Abreu Batista, professora de educação infantil que morreu após salvar diversas crianças da Creche Gente Inocentes durante um incêndio criminoso em Janaúba,...

“A música salvou minha vida, quero devolver o que recebi”, diz professor voluntário de música

Quando Acácio começou a tocar, aos 10 anos de idade, jamais poderia imaginar que a música ia mudar a tocada da sua vida. Hoje,...

Policial faz a barba de morador de rua para ele conseguir emprego

Alguns pequenos gestos e atitudes do nosso dia a dia podem mudar a vida das pessoas. Foi o que aconteceu com um morador de...

Este vídeo vai te convencer a deixar seu celular um pouco de lado

Como no mundo da moda, ou do design dizem “para toda tendência existe uma contra tendência”. No mundo em que vivemos hoje as pessoas...

Pesquisadora cearense desenvolve projeto que transforma água de esgoto em energia e combustível

O hidrogênio é uma matéria-prima muito provável para a geração de energia elétrica e combustível, mas a sua obtenção ainda tem um custo muito...

Instagram

Detentas tocam cooperativa de artesanato e costura em SP 2