Detentos diminuem pena estudando e trabalhando fora do presídio

A reinserção social de ex-presidiários é um dos grandes desafios da sociedade. Como garantir que eles não voltem para a vida do crime? Através da educação.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

É isso o que a Penitenciária Francisco Floriano de Paula, em um distrito da cidade de Governadores Valadares (MG), começou a fazer há poucos dias. O projeto é uma oportunidade de remição da pena para os detentos.

A iniciativa é uma parceria entre a Secretaria de Estado Defesa Social (Seds) e a Secretaria de Estado de Educação (SEE), viabilizada pela Vara de Execuções Penais (VEP) da comarca.

O objetivo é que o preso não deixe de estudar enquanto ele cumpre sua pena, mesmo se estiver trabalhando. Detentos matriculados na escola da penitenciária abandonavam os estudos depois que conseguiam o benefício do trabalho externo, já que as unidades prisionais não oferecem ensino à noite por motivos de segurança.

Para o juiz da VEP de Governador Valadares, Thiago Counago, a humanização da pena é fundamental. “Com isso, estamos facilitando a recolocação dos presos na sociedade, uma vez que eles passam a participar mais dela”, afirma.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia também: Presos do Amazonas cultivam seus próprios alimentos em horta

A chance de estudar fora dos muros do presídio pode ajudar o detento João Antônio da Silva, 40 aos, a sair mais cedo da prisão. Ele trabalha em uma fazenda da região desde 2015. A retomada dos estudos é motivo de muita felicidade. “Vai me preparar melhor para quando eu ganhar o regime aberto em 2018, quem sabe antes, somando a remição de pena pelo trabalho com a do estudo”, diz.

Renata Araújo, diretora de Atendimento e Ressocialização do presídio, explica que a oportunidade de estudar fora foi oferecida aos 48 detentos do regime semiaberto que trabalham fora da prisão: a maioria em propriedades rurais da região. “Levamos para fazer as provas de classificação aqueles que realmente disseram dispostos a respeitar as regras de uma escola sem grades sendo que 14 foram aprovados.”

Foto de capa: Omar Freite/Imprensa MG

via [AGÊNCIA MINAS GERAIS]

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Detentos diminuem pena estudando e trabalhando fora do presídio 3

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,977,244SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Carnaval de Prefeitura do interior de SP é cancelado para comprar ambulância no lugar

A Prefeitura de Porto Ferreira, no interior de São Paulo, usará os recursos que financiaria o desfile de carnaval deste ano, algo em torno...

Jason Momoa envia tridente do Aquaman para fã de 7 anos com câncer e faz convite especial

Jason Momoa encheu o Danny de felicidade há algumas semanas, quando fez uma videochamada para conversar com ele, que é um super fã do...

Casal americano adota quatro irmãos brasileiros para formar uma família completa

Os orfanatos são lar de muitas crianças que foram vítimas de maus tratos, negligência e abandono. No coração delas, um misto de dor pela...

Empresa recria portas de idosos internados com demência para que possam se sentir em casa

Uma empresa de Amsterdã na Holanda pensou nisso, chama-se True Doors (Algo como "Portas Verdadeiras) e a ideia é sensacional.

Torcedor é ofendido por usar camisa falsa e Goiás providencia uma original para ele

Stanley Marques, de 21 anos, é torcedor fiel do Goiás e no primeiro dia deste ano publicou uma foto em seu Twitter vestido com...

Instagram

Detentos diminuem pena estudando e trabalhando fora do presídio 4