5 dicas para enfrentar situações dolorosas no trabalho voluntário

Ser voluntário é dedicar tempo e talento em prol de causas sociais e de interesse comunitário. Muitas pessoas que se engajam nesse tipo de trabalho compartilham de um sentimento de inquietude ou inconformismo com algum tipo de situação. As possibilidades de atuação são quase infinitas. Há voluntários na educação, saúde, esporte, assistência social, entre tantas outras áreas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Por vezes, a vontade de contribuir para uma transformação social verdadeiramente significativa faz com que os voluntários busquem atuar junto aos públicos mais vulneráveis ou em situações mais emergenciais. Alguns exemplos seriam aqueles grupos de voluntários que atuam em catástrofes socioambientais, junto a hospitais ou pessoas em situação de rua.

Saber que o seu trabalho ajuda a amenizar a dor, o sofrimento, a negligência e o abandono daqueles que mais necessitam aumenta o sentimento de propósito, retribuição à sociedade e a satisfação que sempre acompanha a atuação voluntária.

Mesmo contando com o poder transformador do voluntariado e tudo de positivo que envolve essa prática, voluntários não estão imunes a passarem por situações dolorosas. Ao ajudar aqueles que mais necessitam, conhecemos histórias de vida difíceis e convivemos com a desigualdade social e perdas.

Se por um lado dificilmente conseguimos simplesmente evitar de passar por situações dolorosas no trabalho voluntário, podemos seguir algumas dicas para enfrentar esse tipo de situação, quando as mesmas acontecem.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

1. Conheça o público beneficiado 

Conheça o perfil, entenda as necessidades e acima de tudo, tenha empatia com o público que será beneficiado pelo seu trabalho voluntário.

2. Buscar capacitação 

É altamente recomendável que as pessoas se preparem para realizar trabalho voluntário. Especialmente nos tipos de trabalho onde encontramos maior probabilidade de ter de lidar com situações dolorosas. Há casos nos quais a capacitação é mandatória. Uma boa capacitação prepara os voluntários para os principais tipos de situações às quais os mesmos serão expostos.

3. Manter o devido distanciamento 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

É importante que um voluntário entenda o contexto do trabalho que realiza e saiba evitar um envolvimento excessivo com o público beneficiado. Isso não significa que as pessoas devem tem um comportamento frio e distante, muito pelo contrário. As pessoas devem saber até que ponto devem se envolver e devem entender que passar por situações dolorosas pode fazer parte do trabalho.

4. Atuar em conjunto 

Quando as pessoas atuam em grupos de voluntários forma-se uma rede de apoio mútuo e compartilhamento que potencializa os momentos prazerosos e dá sustentação nos momentos mais difíceis.

5. Focar na missão 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mesmo passando por uma situação dolorosa, não se esqueça que sua atuação é muito importante para a causa que você escolheu apoiar.

Se você está pensando se deveria ou não ser voluntário, saiba que você está fazendo a coisa certa. Essa é uma decisão importante e que mexe com as expectativas de muitas pessoas. Agora, se você pensava em ser voluntário e se desanimou com a possibilidade de passar por uma situação dolorosa, saiba que os benefícios do voluntariado superam em muito, muito mesmo, qualquer dificuldade em realizá-lo. Além disso, há muitas possibilidades de atuar em atividades voluntárias, basta você encontrar aquela que é mais confortável para você.

Marcelo Nonohay é diretor da MGN Consultoria, empresa especializada na gestação de projetos para transformação social, e membro titular do Conselho Nacional do Voluntariado (Programa Viva Voluntário) do Governo Federal.

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

5 dicas enfrentar situações dolorosas trabalho voluntáriocrédito da foto de capa: Reprodução/Pixabay

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,505,556SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jovem que arrecadou mais de R$ 800 mil em menos de 48h faz cirurgia e se recupera bem

A família de Breno Jun recebeu a notícia que tanto esperava. Após quase 100 dias internado, vários procedimentos e a necessidade de um equipamento...

Como forma de gratidão, filho realiza sonho de infância da mãe de ter uma boneca Emília

Se tem algo que me deixa profundamente emocionado é ver filhos reconhecendo o esforço que os pais fizeram (ou ainda fazem) na criação deles, e que...

8 Sites Para Você Aprender com Cursos Gratuitos

Selecionamos oito plataformas que oferecem centenas de cursos gratuitos on-line, para que você possa ampliar seu conhecimento em diversas áreas. Narramos essa matéria para você!...

Razão ou emoção? Série de ilustrações humoradas explora dicotomia envolvendo o cérebro e o coração

Pensar com a cabeça ou com o coração? Volta e meia temos que optar por uma dessas opções na tomada de qualquer decisão. Uma série...

Com mamãe coruja ‘feita de meia’, reserva ambiental cria corujinhas órfãs

A mamãe da espécie “coruja de igreja”, infelizmente, foi vítima da crueldade humana.

Instagram