Ele não sabia ler e escrever. Superou as dificuldades e produziu um livro!

O pequeno Arthur Francisco Dias Mourão, 10 anos, de Fortaleza (CE), tinha muitas ideias na cabeça, mas a soma das dificuldades de aprendizagem com a falta de incentivo e preparo da escola para lidar com o seu problema, resultou num menino introvertido e inseguro.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Não sabia ler, no máximo, algumas frases, e tinha muitas dificuldades para escrever. “A coordenadora me disse que ele não acompanhava e que não estava alfabetizado”, relatou a mãe e professora Djenane de Oliveira Dias.

Mas, com o devido acompanhamento de uma pedagoga e o incentivo da mãe, o Arthur desabrochou! Lançou um livro, que inclusive foi premiado num festival de escritores da cidade, e agora sonha escrever mais obras! Que demais!

menino segurando livro
Arthur enfrentou as dificuldades de aprendizagem e se tornou um escritor!

“Hoje o Arthur tem uma autoestima altíssima. Ama os livros, lê muito bem e tem muita facilidade de memorização de letra das músicas. Tem um vocabulário muito rico e gosta de criar e contar histórias.  É um menino muito criativo!”, afirmou a mãe.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Resolvendo a dificuldade de aprendizagem e recuperando a autoestima do Arthur

Preocupada e frustrada por não saber o que fazer, a dona Djenane levou o filho no Kumon, conhecido por aplicar uma metodologia de estudo individual e personalizada que atende as necessidades e dificuldades de cada criança.

Leia também: Advogado brasileiro de 19 anos é o mais jovem do mundo a ingressar no mestrado em Harvard

Durante a entrevista com Orkivia Matos, coordenadora da unidade, logo foi identificado que a sua insegurança e a baixa autoestima eram pontos fundamentais que deveriam ser trabalhados. Hoje, o Arthur já é capaz de realizar as atividades sozinho. “Ajudo na matemática e na correção ortográfica. Leitura e compressão é com ele”.

selfie pai mãe filho cachorro
Arthur superou as dificuldades de aprendizagem com o incentivo da família

Arthur lança o seu próprio livro e ainda é premiado! 

Após dois anos Arthur se tornou um amante da literatura! Criado no ano passado, o livro “Marcos e Seus Livros  – O Livro Falante” tem 25 páginas e conta a história de Marcos, um menino de 9 anos, que um dia, no caminho pra escola, percebe que tem um livro falando dentro da mochila.  Eles conversam e o livro lhe diz que realiza desejos e sonhos…de repente, ele acorda e vê que tudo tinha sido um sonho.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Na montagem do livro, o Arthur teve ajuda da tia Roselene e do primo Pedro, dois amantes e incentivadores da leitura e escrita. Os dois já têm livros lançados e, então, inscreveram a obra do pequeno escritor no festival de escritores da cidade, o 6ª Festmund, que aconteceu na praia de Mandaú.

menino segurando livro que ele escreveu
Arthur com o seu primeiro livro!

Arthur pôde contar sua história no palco do festival e até recebeu um troféu, tornando-se o escritor mais jovem do Clube de Autores.

“Eu me sentia um lixo, mas depois que aprendi a ler e escrever, foi a melhor coisa que aconteceu”, disse Arthur ao Razões.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

É lindo ver como o Arthur teve acesso ao mundo a partir do momento em que aprendeu a ler e escrever! Arthur, continue escrevendo, vamos adorar! 💙

[Esta matéria é uma co-criação com o Kumon e o Razões para Acreditar <3]

 

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,289,873SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Pra matar a saudade! Relembre os 20 nomes mais criativos de bloquinhos do Carnaval 2020

No Carnaval de 2020 centenas de bloquinhos saíram às ruas das principais cidades brasileiras exibindo criatividade e irreverência, de sobra. Carregados de alegria, bom...

Biblioteca Humana leva experiências pessoais narradas em vez de livros escritos

Em 2000, nasceu em Copenhagen, na Dinamarca, o projeto Biblioteca Humana, uma iniciativa da ONG Stop the Violence! Logo de cara, ao entrar no site, você lê a...

Circo de Québra promove oficinas e espetáculos abertos nas periferias de São Paulo

O Circo de Québra é um projeto sem fins lucrativos que realiza oficinas de arte e espetáculos circenses reunindo artistas de rua de diversas...

Atendente “burla” regras da empresa para ajudar cliente agredida por namorado

Boas ações podem partir de qualquer pessoa e, dessa vez, partiu de Greg, de Goiânia, um atendente de telemarketing. O homem foi surpreendido por...

Instagram

Ele não sabia ler e escrever. Superou as dificuldades e produziu um livro! 1