Nunca antes um discurso foi tão atual como o de Chaplin no filme “O grande ditador”

Vivemos um momento político muito intenso, em que a população torna-se realmente ativa na luta por um país melhor.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Por isso, o discurso de um filme tão antigo cai como uma luva e torna-se mais atual do que nunca. Nele lemos sobre sentimentos que devem unir uma nação: bondade, ajudar, respeitar, entre outros.

Vale apena parar 4 minutos para ler ou assistir esse lindo conteúdo e refletir sobre o que queremos mesmo daqui para frente.

“Desculpem-me, mas eu não quero ser um Imperador, esse não é o meu objectivo.  Eu não pretendo governar ou conquistar ninguém.

Gostaria de ajudar a todos, se possível, judeus, gentios, negros, brancos. Todos nós queremos ajudar-nos uns aos outros, os seres humanos são assim. Todos nós queremos viver pela felicidade dos outros, não pela miséria alheia. Não queremos odiar e desprezar o outro. Neste mundo há espaço para todos e a terra é rica e pode prover para todos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O nosso modo de vida pode ser livre e belo. Mas nós estamos perdidos no caminho.

A ganância envenenou a alma dos homens, e barricou o mundo com ódio; ela colocou-nos no caminho da miséria e do derramamento de sangue.

Nós desenvolvemos a velocidade, mas sentimo-nos enclausurados. As máquinas que produzem abundância têm-nos deixado na penúria. O aumento dos nossos conhecimentos tornou-nos cépticos; a nossa inteligência, empedernidos e cruéis. Pensamos em demasia e sentimos bem pouco. Mais do que máquinas, precisamos de humanidade. Mais do que inteligência, precisamos de afeição e doçura. Sem essas virtudes, a vida será de violência e tudo será perdido.

O avião e o rádio aproximaram-nos. A própria natureza destas invenções clama pela bondade do homem, um apelo à fraternidade universal, à união de todos nós. Mesmo agora a minha voz chega a milhões em todo o mundo, milhões de desesperados, homens, mulheres, crianças, vítimas de um sistema que tortura seres humanos e encarcera inocentes. Para aqueles que me podem ouvir eu digo: “Não se desesperem”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM









Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,805,436SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Queniano de 9 anos cria máquina de lavar as mãos e recebe prêmio nacional

Foi pensando nos mais vulneráveis que vivem em condições precárias e não têm acesso ao saneamento básico, que um garoto de 9 anos inventou...

Menino de 6 anos cria “Caixa Solidária” para ajudar população de rua em Bauru (SP)

Sensibilizado com as pessoas que moram em situação de rua no seu bairro, o pequeno Lucas, de 6 anos, criou uma "Caixa Solidária" para...

Will Smith diz que ajudar quem precisa é a coisa mais importante

"Sua vida vai melhorar ao melhorar as vidas dos outros.”

Paciente terminal está curado do câncer graças a método 100% brasileiro

O mineiro Vamberto, 63 anos, vai ter alta após ser submetido a uma terapia genética realizada pela primeira vez na América Latina. Ele tinha...

Vovó de 69 anos pega pesado na academia e faz sucesso

A dona Geralda Barbosa, no alto de seus 69 anos, pega pesado na academia.

Instagram

Nunca antes um discurso foi tão atual como o de Chaplin no filme "O grande ditador" 2