Documentário mostra como mulheres bikers estão quebrando paradigma no Afeganistão

Quão importante é nosso direito de ir e vir? E o valor que damos à nossa liberdade? Até que ponto as escolhas são nossas?

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Acredito que são estas respostas que nos trazem as mulheres afegãs que estão lutando contra um preconceito que parece tão arcaico e surreal, mas que está enraizado na cultura do país: no Afeganistão é imoral mulheres andarem de bicicleta.

Felizmente isto está mudando. Um grupo de mulheres se uniu para provar que podem sim fazer as próprias escolhas e que não são obrigadas a acatar o que lhes é imposto, juntas elas não só andam de bicicleta, como criaram o Time Nacional de Ciclismo para Mulheres Afegãs. E esta reviravolta é o tema do documentário, que ainda está por vir, Afghan Cycles, cujo trailer você confere abaixo:

[vimeo video_id=”79696482″ width=”800″ height=”450″ title=”Yes” byline=”Yes” portrait=”Yes” autoplay=”No” loop=”No” color=”00adef”]

A importância disso? Para nós, talvez pode não parecer muito, mas nas palavras de uma das corajosas afegãs, podemos sentir a importância desta liberdade:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Às vezes quando pedalo, não sinto que estou numa bicicleta, mas em outro lugar. Até na minha própria cabeça, não consigo acreditar que aprendi a andar de bicicleta.”

ScreenShot053 ScreenShot055 ScreenShot056 montagem01

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,429,587SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Moradora de SC costura vestidos para meninas órfãs do Haiti

Márcia Jacob é uma moradora de Camboriú, no Litoral Norte de Santa Catarina. Corretora de seguros, ela começa seu dia cedo, entre trabalho, tarefas domésticas e, agora,...

Menino recolhe 2,2 kg de lacres para conseguir cadeiras de rodas para deficientes 

O ato de bondade de um menino de sete anos chamou a atenção de dois policiais militares de Eldorado, no interior paulista. Por iniciativa própria,...

Carteiro realiza sonho de menino que só queria ler

Um menino de 12 anos de idade queria tanto ler que perguntou a um carteiro se havia alguns panfletos ou papéis para jogar fora que...

Garotinho de 2 anos invade luta da irmã mais velha porque achou que ela estava apanhando

Ruby é uma garotinha de 5 anos que estava participando de um torneio de luta no ginásio da sua escola, em Columbia City, nos...

Voluntária registra recuperação de bebês prematuros para diminuir angústias de pais com filhos na mesma situação

Deneen Bryan é uma mãe de seis filhos que desenvolve um trabalho voluntário surpreendente. Responsável pelo projeto Capturing Hopes Photography (Capturando Esperanças), ela tira...

Instagram