Documentário mostra como mulheres bikers estão quebrando paradigma no Afeganistão

Quão importante é nosso direito de ir e vir? E o valor que damos à nossa liberdade? Até que ponto as escolhas são nossas?

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Acredito que são estas respostas que nos trazem as mulheres afegãs que estão lutando contra um preconceito que parece tão arcaico e surreal, mas que está enraizado na cultura do país: no Afeganistão é imoral mulheres andarem de bicicleta.

Felizmente isto está mudando. Um grupo de mulheres se uniu para provar que podem sim fazer as próprias escolhas e que não são obrigadas a acatar o que lhes é imposto, juntas elas não só andam de bicicleta, como criaram o Time Nacional de Ciclismo para Mulheres Afegãs. E esta reviravolta é o tema do documentário, que ainda está por vir, Afghan Cycles, cujo trailer você confere abaixo:

[vimeo video_id=”79696482″ width=”800″ height=”450″ title=”Yes” byline=”Yes” portrait=”Yes” autoplay=”No” loop=”No” color=”00adef”]

A importância disso? Para nós, talvez pode não parecer muito, mas nas palavras de uma das corajosas afegãs, podemos sentir a importância desta liberdade:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Às vezes quando pedalo, não sinto que estou numa bicicleta, mas em outro lugar. Até na minha própria cabeça, não consigo acreditar que aprendi a andar de bicicleta.”

ScreenShot053 ScreenShot055 ScreenShot056 montagem01

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM










Documentário mostra como mulheres bikers estão quebrando paradigma no Afeganistão 2

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
5,146,563SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Catadora de recicláveis do RN consegue reformar sua casa graças à mobilização de mais de 500 pessoas

A simpática Zefinha, de 63 anos, ficou viúva há 33 anos e desde então vive como catadora de recicláveis em Macaíba (RN). Vivendo sozinha...

Vovô que se emocionou fazendo slime bate 2 milhões de inscritos no YouTube em uma semana

O vovô Nilson conseguiu fazer a slime após várias tentativas, e também homenageou as vítimas da tragédia de Brumadinho.

Mulher cega enxerga seu bebê pela primeira vez

Kathy Beitz é legalmente cega. Ela perdeu a visão quando criança e, por um longo tempo, adaptou-se para viver em um mundo que ela...

Saiba como se prevenir de queimaduras em festas juninas

Junho chegou e com ele as esperadas festas juninas! Mas antes de aproveitar as quadrilhas e comilanças, precisamos ter alguns cuidados. A SBAIT (Sociedade Brasileira de Atendimento...

Fotógrafo captura cães chacoalhando em câmera lenta

Inspirado em seu próprio animal de estimação, o fotógrafo americano Carli Davidson capturou o momento em que diversos cachorros tentam expulsar a água de...

Instagram

Documentário mostra como mulheres bikers estão quebrando paradigma no Afeganistão 3