Documentário procura respostas sobre o que é felicidade genuína

Nunca se ouviu tanto falar sobre busca pela felicidade como agora, isso explica por exemplo o sucesso do filme “Eu Maior“, que mostra justamente essa busca.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mas existem diversas perguntas que permeiam esse assunto, sobre como conseguir a felicidade, qual o significado pela para diferentes pessoas, enfim, um mar ainda pouco navegado. Pra tentar achar algumas respostas, o cineasta Roko Belic dirigiu e produziu durante seis anos, o documentário “Happy“, onde convesou com pessoas de vários lugares do mundo, como Dinamarca, Namíbia, Escócia, China, Quênia, Japão, Butão, Índia, Estados Unidos ou Brasil e ainda investigadores e pesquisadores do tema.

A ideia produzir algo sobre o tema surgiu durante as conversas com o diretor Tom Shadyac, que havia lido um artigo que comparava os países em termos de felicidade. Uma das constatações do artigo foi que os EUA é um dos países mais ricos mas também um dos mais infelizes.

Tom sugeriu para Roko fazer um documentário que explorasse o tema da felicidade genuína e descobrir as suas verdadeiras causas. Algumas respostas estão no documentário abaixo (trailer):

[youtube_sc url=”https://www.youtube.com/watch?v=YDkv6Mi8JrI”]

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Você pode assistir on-line o filme através do site, inclusive com legenda, e por um valor bem baixo, clique aqui.

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,286,141SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Ela venceu a leucemia e decidiu virar médica para salvar pessoas com a mesma doença

Inspirada pela equipe médica que a acompanhou durante todo o tratamento, Marina decidiu que iria cursar Medicina.

Casal de POA cria marca infantil sem definição de gênero e com responsabilidade social

Eles também quiseram fugir da questão de gênero, e não diferem suas peças entre meninos e meninas. “A gente acredita em educar para as diferenças, e não para a semelhança.

“Escolhi tudo do jeitinho que você gosta”

Ele estava na "pindaíba", sem dinheiro nem pra comer, sua amiga percebeu que estava acontecendo algo, e resolveu fazer uma boa compra no supermercado e levou até sua casa: "Escolhi tudo do jeitinho que você gosta".

Homem inocente acusado de roubar bicicleta surpreende a vítima com sua bondade

O aposentado Amaury Ângelo Escarati quase foi preso injustamente. No dia 6 de abril, um oficial de Justiça bateu em sua porta, em Juiz de...

Instagram

Documentário procura respostas sobre o que é felicidade genuína 2