Dojô cria faixa arco-íris em defesa de pessoas LGBTQIA+

A Kimonos Dojô, uma das principais marcas brasileiras de artigos de artes marciais, lança a “Faixa da Resistência”, produto que traz luz à violência sofrida diariamente por pessoas LGBTQIA+. A cada 19 horas uma pessoa é vítima fatal de LGBTfobia, tornando o Brasil o país onde mais morrem pessoas LGBTQIA+ no mundo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Para chamar a atenção a esse dado cruel, a marca convocou alguns parceiros para ajudar na divulgação da “Faixa da Resistência”, produto que terá todo o lucro revertido para o Coletivo Trans Sol, casa de acolhimento a travestis e transexuais em situação de vulnerabilidade.

[Matéria continua depois do vídeo abaixo]

Convidamos cinco mulheres que enfrentaram o câncer de mama para falar sobre suas experiências. Mas elas não sabiam que, durante a gravação do vídeo, seriam surpreendidas. Nesta linda homenagem, as filhas presenteiam suas mães com um sutiã especial (para quem viveu o câncer) acompanhado por uma prótese externa, uma espécie de enchimento que encaixa na lingerie. Assista o vídeo e prepare o lencinho:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Para a Kimonos Dojo se aliar a uma causa como a Faixa da Resistência demonstra o nosso compromisso com uma sociedade mais igualitária. É muito importante que todos se sintam seguros para viver suas vidas, e estimular o conhecimento de artes marciais e defesa pessoal para uma comunidade vulnerável, e também apoiá-los financeiramente através desse produto especial que criamos nos enche de orgulho”, conta Lucas Brion, Gerente de Social Media da Kimonos Dojo.

Leia tambémPlataforma viabiliza assessoria jurídica gratuita a pessoas LGBTQIA+

Além da faixa, a marca criou um site com vídeo aulas de alguns movimentos de defesa pessoal para ajudar as pessoas da comunidade LGBTQIA+ a ter mais uma ferramenta de segurança contra o preconceito.

Dojô cria faixa arco-íris em defesa de pessoas LGBTQIA+ Dojô cria faixa arco-íris em defesa de pessoas LGBTQIA+

Uma das professoras da ação, Camila Godoi é uma mulher lésbica e trans. Pratica o Taekwon-Do ITF há 24 anos e ensina esta arte marcial há 13 anos. Conquistou Copa Mercosul, Campeonatos Brasileiro e Paulista e a medalha de bronze na Copa do Mundo (Buenos Aires 2013).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“O engajamento de uma marca tradicional como a Dojô nesta campanha contribui imensamente para a construção de um diálogo maduro e respeitoso envolvendo a pauta LGBT e favorece mudanças positivas de atitude em relação aos nossos corpos e aos nossos afetos”.

Além de Camila, o fisioterapeuta e instrutor de Aikido Igor Koga, e o coletivo carioca Piranhas, que promove aulas coletivas de Krav Magá para o público LGBTQIA+ também participam das dicas de defesa pessoal.

Dojô cria faixa arco-íris em defesa de pessoas LGBTQIA+ Dojô cria faixa arco-íris em defesa de pessoas LGBTQIA+

No site Faixa da Resistência, que você pode acessar clicando aqui, é possível conhecer todo o conteúdo e também comprar o produto.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A “Faixa da Resistência” e a série de conteúdos sobre defesa pessoal foram criados em parceria com a agência Y&R.

Leia tambémMenina explica significado da bandeira LGBT para o irmão, dá show de maturidade e áudios viralizam

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fotos: Divulgação

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,845,820SeguidoresSeguir
24,900SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Policiais tiram crianças de lixão para aulas de reforço e terapia

Um projeto intitulado "Amiguinhos do Trânsito", promovido pela 5ª Companhia de Trânsito de Cajazeiras incentiva os jovens filhos de catadores de material reciclado do lixão...

Idosa restaura bonecas que iam para o lixo e doa para crianças carentes

Maria Fernandes tem 71 anos e todo ano ela restaura cerca de 80 bonecas, faz roupinhas, tira manchas de canecas, enfim, tudo com muito amor e depois doado para crianças carentes.

Quando há uma interação entre um manifestante e um militar

Durante um protesto no Brasil, um general disse: “Por favor, não lutem, não no meu aniversário…” Então um grupo de protestantes fizeram uma surpresa para...

Após morte de vocalista, Linkin Park lança site de prevenção a suicídios

O mundo ficou triste com a morte do cantor Chester Bennington, de 41 anos, na semana passada. Segundo relatório divulgado pela polícia de Los...

Após ser ajudado, enfermeiro que dormia em terraço doa comida a famílias e leva moradores de rua para almoçar

O técnico de enfermagem Ildo não para, gente! Eu sempre acreditei que quem precisa de ajuda é o primeiro a ajudar quem também precisa...

Instagram

Dojô cria faixa arco-íris em defesa de pessoas LGBTQIA+ 1