Dona de café assume negócio de concorrente após saber que ele tem câncer terminal

No ano passado, Pixie Adams, dona de uma cafeteria em Oak Grove, Oregon (EUA), descobriu que um casal estava se mudando para sua vizinhança e que eles também abririam um café, concorrendo diretamente com o dela.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Não que isso fosse um problema para a moça: ela recebeu Dave e Tina muito bem, e chegou até a aconselhá-los sobre como gerir o negócio.

O casal abriu a The Local Coffee Company.

dona cafeteria gere negócio concorrente câncer terminal

Enquanto não estava na cafeteria servindo os clientes, Dave também atuava como treinador da equipe de beisebol da cidade, conselheiro de jovens, voluntário de uma organização sem fins lucrativos e até membro de um grupo de fãs dos Caça-Fantasmas de Portland.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

dona cafeteria gere negócio concorrente câncer terminal

“Dave vê as pessoas como elas são”, disse Tina. “Ele faz os outros sentirem que são as pessoas mais importante do mundo.”

dona cafeteria gere negócio concorrente câncer terminal

O choque

Infelizmente, para a surpresa de todos, o marido de Tina foi diagnosticado recentemente com um câncer terminal, inoperável, em seus gânglios linfáticos.

dona cafeteria gere negócio concorrente câncer terminal

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Segundo a equipe médica de Dave, ele só tem algumas semanas, no máximo dois meses, de sobrevida. Como não há tratamento para a doença, ele recebe agora apenas cuidados paliativos.

Após o choque da notícia de que perderia o marido, Tina teve que lidar com o fato de que seu negócio também seria afetado à medida que ela deixaria de ficar no café para cuidar de Dave e passar o máximo de tempo possível com ele.

Eis que Pixie, a suposta ‘concorrente‘ do fim da rua, se oferece para ajudá-los.

dona cafeteria gere negócio concorrente câncer terminal

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Eu sabia que tinha que fazer algo para ajudá-los a manter seu negócio funcionando, para que Tina pudesse estar com Dave”, disse a jovem.

Para isso, Pixie fecha sua loja, a Moonlight Coffee, mais cedo, e se oferece para trabalhar no drive-through do casal – de graça!

Ela mesma uma sobrevivente do câncer de mama – tendo vencido a doença há alguns anos, Pixie se sentiu honrada em ajudar.

dona cafeteria gere negócio concorrente câncer terminal

Além de se oferecer para gerir a cafeteria, Pixie criou um evento no Facebook, convocando a comunidade para ajudar Dave e Tina. Eles conseguiram arrecadar US$ 3 mil (R$ 12 mil) em vendas e doações ao todo.

“Não se trata de negócios ou de competição. Se trata de humanidade, comunidade, amizade”, disse Pixie ao Washington Post. “Um pequeno negócio ajudando outro a prosperar. É assim que vamos nos manter aqui.”

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

Fonte: Inspire More/Fotos: Reprodução/Facebook

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,839,934SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

‘Papo Liberta’ engaja escolas de SP na luta contra a violência sexual infantil

Ao longo de um semestre, estudantes de seis escolas foram provocados a refletir sobre as raízes da violência de gênero e contra crianças e adolescentes.

Que tal dar um belo sorriso, e ainda ganhar um cookie por isso?

A agência Euro RSCG da Austrália está mudando de nome e por isso criaram o Project Change, uma série de boas ações para mudar...

Crianças vendem desenhos para ajudar tia a pagar viagem de coral

"Se algo assim vem de uma criança, mostra que estamos no caminho certo.”

Como está o mercado de trabalho para a Pessoa com Deficiência no país e o que pode ser melhorado

Nesse episódio, os participantes debatem o tema Trabalho e apontam as dificuldades e preconceitos que a PcD tem de enfrentar no dia a dia pela busca...

Supermercado doa alimentos que seriam jogados no lixo por outros estabelecimentos

Num único final de semana, o Free Store chega a disponibilizar de 800 a 1.500 itens gratuitamente para quem precisa.

Instagram