Dona de casa de 63 anos doa sangue há 25 e já ajudou a salvar 832 vidas no RJ: ‘Sensação maravilhosa’

Dona Valéria é uma pacata dona de casa de 63 anos que já ajudou a salvar 832 pessoas em todo o Brasil através da doação de sangue e plaquetas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A idosa mora em Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro (RJ), doa sangue há 25 anos ininterruptos. Mais: ela é a doadora mais antiga do Hemorio e já fez 208 coletas desde 1996.

maior doadora de sangue do rio de janeiro

 

No dia 30 de novembro (terça-feira), a partir das 17h, acontece o Razões Para Doar, uma super live para promover a cultura de doação em nosso país. Clique aqui para se inscrever e receber a notificação quando o evento começar!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

 

“As únicas vezes que não pude doar foi há uns dois anos, quando o Hemorio estava sofrendo com falta de equipamentos, e no começo da pandemia da Covid, quando tudo fechou”, diz ela, orgulhosa.

Valéria sempre quis ser doadora de sangue, mas durante boa parte da vida ela não tinha peso mínimo exigido (50kg), meta atingida aos 38 anos, quando fez a primeira doação. De lá pra cá, não parou mais.

maior doadora de sangue do rio de janeiro

É muito bom doar porque você faz um bem. Além de fazer um bem para outras pessoas, porque você sai leve, vai tranquila pra casa“, afirmou.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

As coletas de sangue são feitas de 4 em 4 meses, que é o tempo mínimo exigido para mulheres doadores. Já as coletas de plaqueta, uma vez ao mês.

maior doadora de sangue do rio de janeiro

“Há um tempo atrás, uma amiga que morava em Belo Horizonte teve leucemia e precisou de doação de plaquetas. Aí descobri que, para doar as plaquetas, você pode doar todo mês. Já o sangue precisa de mais tempo”, diz ela, explicando ainda que uma bolsa de sangue ajuda até quatro pessoas, e a de plaquetas, até oito.

Em outras palavras, as 208 visitas da idosa ajudaram, segundo os registros do Hemorio, ajudou 832 pessoas, entre receptores de sangue e de plaquetas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

maior doadora de sangue do rio de janeiro

“Digo que é uma sensação muito boa! Eu me sinto muito bem quando sei que meu sangue, uma coisa que tenho de graça, pode ajudar alguém. Além disso, doar é uma coisa que não dói, não engorda, não faz mal. Só faz o bem. É sensacional”, completou a carioca. “Vou doar até não poder mais”.

E se você também quer seguir o exemplo da Dona Valéria, todas as informações pra ser um doador de sangue, você confere no site do HemoRio, clicando aqui.

 

Assista à live do Razões Para Doar nesta terça, 30/nov, a partir das 17h. Clique aqui para se inscrever no evento!

 

Fonte: Globoplay
Fotos: Reprodução / TV Globo

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM









Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,917,765SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Homem comove web ao ter moto incendiada, enquanto tentava salvar animais de queimada

Seu Carlos Roberto, de 58 anos, voltava para casa na última quarta-feira (7), quando viu que uma queimada estava quase atingindo o gado de...

Alunas transformam óleo de cozinha em sabonete para os sanitários de sua escola

O óleo de cozinha pode causar grandes problemas à natureza, se descartado de maneira incorreta. Preocupadas com esse problema, as estudantes Quênia Costa de Carvalho, Gilvania dos...

Adolescente de 15 anos faz e vende lindos crochês para ajudar mãe com paralisia

Dizem que a arte salva e talvez seja verdade, se pegarmos a história do adolescente André Müller, 15 anos. A arte no caso dele...

Idosa com calvície recupera autoestima perdida após fazer implante capilar: ‘Me sinto jovem de novo’

Pouco depois de completar 58 anos, a britânica Brenda Vickers foi diagnosticada com alopecia, uma doença que causa a perda progressiva e permanente de...

Fotos mostram amor e cumplicidade entre irmãos pequenos

Que me desculpem os filhos únicos, mas ter irmão é bom demais! Irmãos são amigos de sangue, as únicas pessoas no mundo que realmente vão...

Instagram

Dona de casa de 63 anos doa sangue há 25 e já ajudou a salvar 832 vidas no RJ: 'Sensação maravilhosa' 3