Dona de casa coleta óleo e gordura para transformar em sabão no Macapá

Dona Íbis Uchôa, 56 anos, é um exemplo de que preservar o meio ambiente é uma também uma possibilidade de renda extra. No quintal da sua casa, em Macapá (AP), ela transforma óleo de cozinha descartado em sabão, ajudando a evitar a poluição do meio ambiente.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Há 15 anos, ela recolhe óleo e gordura de estabelecimentos comerciais da cidade e transforma em sabão de barra, em pasta ou líquido. “Eu fui atrás ver o que faziam desse óleo e vi que eu podia pegar e transformar e acertei de ficar pegando”, disse.

Leia também: Menina de 7 anos chora ao ganhar bolo de aniversário no Amapá

Depois de transformar esses produtos em sabão, ela vende para mercadinhos da região ou por encomenda.

Eu aprendi a minha primeira receita foi de um jornal, depois desenvolvi sozinha”, relembra. O material é misturado com soda cáustica, água sanitária e outros ingredientes dependendo da cor e da fragrância para chegar ao produto final, que pode ser usado em tudo, desde a limpeza da casa à lavagem de roupa.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Dona de casa coleta óleo da cidade para transformar em sabão
Foto: Joicilene Santos

Com R$ 30 e aproximadamente um balde de gordura dá para fazer até 100 barras de sabão.

Dona de casa coleta óleo da cidade para transformar em sabão
Foto: Joicilene Santos

Dona de casa também capacita mulheres para fabricarem sabão com óleo

E Dona Íbis não quer ficar com o conhecimento apenas para ela. Ela já realizou várias oficinas de fabricação de sabão com moradores de municípios próximos.

Dona de casa coleta óleo da cidade para transformar em sabão
Foto: Joice Batista

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Agora ela passou a integrar também um projeto do Ministério Público do Amapá para levar capacitação para moradores de uma comunidade onde o MP deseja implantar uma associação de reutilização de óleo para fabricação de sabão e geração de renda para as famílias locais.

[Vaquinha: Reserva ambiental na Amazônia pede ajuda para não fechar as portas]

Dona de casa coleta óleo da cidade para transformar em sabão
Produtos da dona Íbis expostos em evento do Ministério Público do Amapá. Foto: Joicilene Santos

Eu acho que o fato de eu aproveitar esse óleo que é em grande quantidade, que naturalmente seria jogado em áreas de ressaca ou no próprio esgoto entupindo tubulações, invadindo as nossas águas, acho que eu tô contribuindo porque a quantidade é muito grande, o prejuízo para as pessoas e o meio ambiente é demais mesmo”, avaliou.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ela também se disponibiliza a ensinar a atividade e aceita a doação de óleo e gordura. Por isso os interessados podem entrar em contato através do telefone (96) 98119-2086.

É isso aí, dona Íbis!

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,642,968SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Com vaquinha do Razões, menino que vendia empadas para comprar telescópio fará curso da NASA

Arthur Felipe, 18, é apaixonado por astronomia desde os 7 anos de idade, época em que ficava admirando as estrelas. Morador da zona rural...

Banca de frutas e legumes na beira da estrada cobra o que você achar justo pagar

Em Erechim, no Rio Grande do Sul, o hortifrutigranjeiro testa, e celebra, a honestidade das pessoas: pague o que achar justo.

Designer cria app para bike que pinta e indica automaticamente buracos na via

Florian Born não é o tipo de pessoa que gosta de reclamar. Então, quando o designer começou a cair em buracos com sua bicicleta em Berlim, ele não...

Mulher faz surpresa para a família que não via há 2 anos e vídeo do encontro emociona internautas

A Fabiana Prado se mudou para Portugal em 2018. Desde esse tempo não vem ao Brasil e o único contato com a família é...

Vizinhos se unem para comemorar 102 anos de vovó festeira

Da sacada, dona Maria Luiza ouviu o parabéns anunciado por DJ e viu centenas de janelas piscarem. Foi a neta quem organizou tudo. Dona Maria...

Instagram