Dono de restaurante dá exemplo e convida garis humilhados pelo vizinho para almoço grátis

Tudo começou no último dia 18, quando durante o horário do almoço, os garis Jackson Gabriel Dias Ribeiro, Cláudia Gomes Batista e Maria Fátima Dias foram impedidos de sentar para almoçar no Restaurante Brasil, em Brasília. Sobre o pretexto de não constranger os outros clientes, o caso ganhou notoriedade e após a humilhação, eles foram convidados para um almoço grátis no Faz Bem Casa Vegana.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Localizado na Quadra 311 Sul, os proprietários do restaurante natural se sensibilizaram com a história, que chocou o Brasil inteiro. “Eu soube ontem do caso e pensei, a gente tem que fazer uma ação mais concreta pra demonstrar solidariedade. Falei com os meus sócios e eles toparam”, disse Thiago Dutra Vilela, um dos fundadores do restaurante, em entrevista ao Só Notícia Boa.

restaurante vegano faz bem
Foto: arquivo pessoal

Ao tomar conhecimento da história, Thiago entrou em contato com o trio e está aguardando a resposta. “Fazemos questão que seja por conta da casa dessa vez e e eles sempre serão muito bem recebidos nas próximas visitas”, explicou.

Os garis trabalham na SLU – Serviço de Limpeza Urbana e foram impedidos de sentar à mesa depois de comprar suas quentinhas. Segundo a dona do estabelecimento – Vânia Costa, tudo não passou de um mal-entendido. Isto porque, segundo ela, havia a promoção do dia, por R$ 10, com retirada no balcão para que as pessoas levem a marmita para viagem.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Eu comprei três marmitas e um refrigerante. Perguntei: ‘Posso sentar aqui’? A mulher informou que não, pois, se outros clientes que fossem comprar vissem a gente sentado não iriam querer sentar lá, algo assim que ela quis falar”, contou Maria Fátima Dias.

De acordo com ela, sua atitude foi apenas para evitar aglomeração em seu restaurante. No entanto, a fiscal do SLU Maria Fátima Dias, afirma que a empresária foi bem enfática quando disse que eles estavam proibidos de pegar uma mesa, para não constranger os outros clientes.

gari trabalhando
Foto: Hugo Barreto / Metrópoles

Entretanto, se algumas pessoas optam pelo caminho da discriminação, Thiago Dutra Vilela, do restaurante Faz Bem Casa Vegana, considera inaceitável esta situação. Por isto, para dar o exemplo, convidou os trabalhadores para almoçar em seu restaurante, na quadra vizinha do incidente.

Segundo ele, ele já viu acontecer inúmeras vezes este tipo de preconceito, também com os entregadores de aplicativo. “É um problema que eu vejo também acontecendo com entregadores de aplicativo. Às vezes o trabalhador presta um serviço para o restaurante e não deixam nem ele usar o banheiro”, denunciou.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

equipe do restaurante faz bem
A equipe do restaurante faz bem. Foto: arquivo pessoal

Em conversa com seu sócio, ele destacou a importância de mostrar que, ao contrário de outros lugares, lá todos os profissionais são muito bem recebidos. “Até pela proximidade do local [onde os trabalhadores não puderam sentar] e o tipo de trabalho que os garis efetuam, acredito que eles possam estar sempre pela região e queremos mostrar que há locais ali onde eles serão muito bem recebidos”, afirmou.

 

Fonte: Metrópoles

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,833,091SeguidoresSeguir
24,700SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Em um pouco mais de um ano de vida, uma surpresa de visita. Exibido em mais de 30 festivais e 17 prêmios

A repercussão e o sucesso alcançados pelo curta-metragem “A Visita” tem deixado o seu realizador, o petropolitano Leandro Corinto, 39 anos, surpreso e muito...

Cadela abandonada passa dia recebendo carinho pra ver o lado bom dos humanos

Pat é uma pequena cadela que foi encontrada na rua, presa à correntes e desnutrida. Quando uma pessoa é capaz de deixar um animal...

Médicos fazem vaquinha e arrecadam R$ 3,2 mil para manter aluguel de dona de lanchonete no CE

Um grupo de médicos residentes do Hospital Geral Dr. Waldemar Alcântara (HGWA), em Fortaleza (CE), arrecadou R$ 3,2 mil para pagar o aluguel de...

15 razões para valorizarmos muito mais os nossos professores

Nesta terça-feira, 15 de outubro, comemora-se em todo o país o Dia dos Professores. A data homenageia os responsáveis pelo desenvolvimento da educação e do conhecimento,...

Voluntários levam cestas básicas para moradores de favelas que passam fome: coronavírus

A falta de trabalho por conta do isolamento social pelo coronavírus já atinge em cheio moradores de favelas e áreas mais pobres. Saiba como ajudar.

Instagram

Dono de restaurante dá exemplo e convida garis humilhados pelo vizinho para almoço grátis 3