Conheça o drone ‘ambulância’ que pode salvar vítimas de ataque cardíaco

Estima-se que um drone voando a mais de 100 km/h poderia fornecer atendimento em apenas 1 minuto para vítimas de ataques cardíacos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Muito além de prover belíssimas fotografias em casamentos, vídeos panorâmicos, os drones podem ser úteis para uma infinidade de outras aplicações, como transportar órgãos humanos em tempo recorde para transplante.

Em Ruanda, nação centro-oriental africana, uma empresa chamada Zipline já trabalha com a entrega aérea de bolsas de sangue e insumos médicos a partir de um centro de distribuição na capital, Kigali.

[Matéria continua depois do vídeo abaixo]

Convidamos cinco mulheres que enfrentaram o câncer de mama para falar sobre suas experiências. Mas elas não sabiam que, durante a gravação do vídeo, seriam surpreendidas. Nesta linda homenagem, as filhas presenteiam suas mães com um sutiã especial (para quem viveu o câncer) acompanhado por uma prótese externa, uma espécie de enchimento que encaixa na lingerie. Assista o vídeo e prepare o lencinho:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Em apenas 30 minutos, os insumos são entregues aos seus destinos, como hospitais e clínicas, que não precisam mais esperar 4 horas por suprimentos que vinham antes pelo chão.

Conheça o drone 'ambulância' que pode salvar vítimas de ataque cardíaco

Na outra ponta do mundo, na Suécia, o Instituto Karolinska testa desde 2014 o protótipo de um drone que incorpora um desfibrilador portátil em sua estrutura para atendimentos médicos emergenciais em pessoas que sofreram um ataque cardíaco.

Leia tambémEm voo bem-sucedido, drone transporta rim a hospital e permite transplante nos EUA

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Segundo a entidade, uma ambulância leva aproximadamente 10 minutos para chegar até o indivíduo, enquanto o drone levaria cerca de 1 minuto, graças a uma rede de aeronaves que se deslocariam a 100 km/h acima do chão, garantindo ajuda em tempo recorde.

Conheça o drone 'ambulância' que pode salvar vítimas de ataque cardíaco

Na prática, o tempo de atendimento seria reduzido em dez vezes, garantindo grande eficiência e uma maior possibilidade de sobrevivência do indivíduo atingido.

Segundo o idealizador dos drones suecos, o ganho de eficiência aumentaria as chances de sobrevivência de uma pessoa infartada em até 80%.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia tambémDrone inteligente e do bem: ele consegue plantar 1 bilhão de árvores em 1 ano

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: Update or Die!
Fotos: Reprodução/YouTube TU Delft

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,499,046SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Geladeira Solidária alimenta pessoas em situação de rua em Porto Velho (RO)

O projeto Geladeira Solidária oferta comida de graça para moradores de rua de Porto Velho, em Rondônia. Nas prateleiras são oferecidas frutas, iogurtes, queijos...

Aos 118 anos, depois de 2 cânceres e duas guerras, mulher mais velha do mundo carregará tocha olímpica

Você sabia que o Japão tem a maior média de expectativa de vida do mundo, segundo a OMS? Kane Tanaka que o diga! Aos...

Jovem acorda de um cochilo e se surpreende com dinheiro deixado em seu colo por estranho

O que você faria se fosse ajudado por um completo estranho? Eu acredito que este tipo de situação aconteça para que a gente possa...

Homem salva bebê esquilo e sua mãe retorna para agradecê-lo

“Senti um nó na garganta e uma indescritível sensação de amor e respeito por aquela pequena criatura.”

Empresa contrata candidato sem requisitos por causa do seu caráter

A consultora de Recursos Humanos Emanuella Velez leva pra vida uma frase que diz: “Contrate caráter e treine as habilidades”.

Instagram