E se a lama que devastou Bento Rodrigues fosse usada para reconstruir casas?

A Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) divulgou uma pesquisa mostrando que é possível transformar o lixo de minério que surgiu com o rompimento da barragem em Mariana (MG) em material de construção.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Com esses dejetos, que são basicamente rejeito de lama prensado, seria possível produzir blocos para alvenaria, para pavimentação e para construção sustentável.

Ricardo Fiorotti, pesquisador da instituição, explica que ao tirar a lama das barragens, o impacto ao meio ambiente é menor porque será extraído menos areia, minério, argila e ainda reduz os volumes de sólidos nas barragens de rejeito.

Uma das alternativas é captar os rejeitos de forma bruta e aplicar na elaboração de pré-fabricados, como tijolos, blocos de pavimentação urbana, canaletas e postes.

A outra opção é separar da lama, a areia, a argila e o minério de ferro, sem a utilização da água.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Que está produzindo os blocos é o empresário Claúdio Silva que acredita que essa possa ser  uma solução para a tragédia de Mariana.

“Se realmente é jogado 400 a 500 toneladas desse resíduo fora no meio ambiente, é possível fazer aproximadamente 40 casas de 40m² a 45m².”

Confira a reportagem do Repórter Brasil:

Screen Shot 2015-11-27 at 8.06.00 AM Screen Shot 2015-11-27 at 8.06.19 AM Screen Shot 2015-11-27 at 8.06.24 AM Screen Shot 2015-11-27 at 8.06.28 AM Screen Shot 2015-11-27 at 8.06.32 AM Screen Shot 2015-11-27 at 8.06.40 AM Screen Shot 2015-11-27 at 8.06.55 AM Screen Shot 2015-11-27 at 8.07.24 AM Screen Shot 2015-11-27 at 8.07.30 AM Screen Shot 2015-11-27 at 8.07.44 AM Screen Shot 2015-11-27 at 8.07.52 AM

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Fonte: EBC

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM









Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,917,765SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Fotógrafa viaja 14 anos para registrar as árvores mais antigas e raras da Terra

As árvores ancestrais fotografadas pela americana Beth Moon, durante 14 anos, resultaram num trabalho original e único. Beth viajou por todo o planeta para...

[VÍDEO] Em momento hilário, sem querer advogado faz reunião no Zoom com filtro de gatinho

Desde o início da pandemia, o mundo começou a se adaptar à vida virtual e coisas que antes eram feitas pessoalmente, agora são realizadas...

Ex-moradora de rua cria loja gratuita de roupas onde sem-teto escolhem o que querem vestir

Na "Re Solidário", os sem-teto ganham um vale fictício de R$ 50 para "comprar" aquilo que gostam.

Jovem abre oficina de restauração de tênis Mizuno e se torna sensação em periferia de SP

Há dois anos, em plena pandemia, Eduardo André de Oliveira - o "Mizuneira", - abriu uma oficina exclusiva para a restauração de tênis da...

Instagram

E se a lama que devastou Bento Rodrigues fosse usada para reconstruir casas? 3