Vírus Ebola agora é curável após testes realizados no Congo

O vírus Ebola não pode mais ser chamado de “doença incurável”, segundo a comunidade científica. Após 2 das 4 drogas testadas em um surto de casos na República Democrática do Congo reduzirem significativamente a taxa de mortalidade, a doença agora é classificada como “curável”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A droga ZMapp, usada durante uma maciça epidemia em Serra Leoa, Libéria e Guiné, e a Remdesivir, mais recente, foram apontadas como as mais eficientes no combate ao vírus, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

[A dona Maria, 58 anos, foi abandonada no hospital pela filha, após ela saber que a mãe estava com câncer. Sensibilizada pela situação da idosa, a técnica de enfermagem Verônica Grossi a adotou. Sem condições de arcar com o alto custo dos tratamentos da dona Maria, Verônica criou uma vaquinha. Clique aqui e apoie.]

A partir de novembro, todas as unidades de tratamento do ebola na República Democrática do Congo contarão com a dupla de medicamentos.

Vírus Ebola agora curável após testes realizados Congo

“De agora em diante, não vamos mais dizer que o Ebola é incurável”, disse o professor Jean-Jacques Muyembe, diretor-geral do Instituto Nacional de Pesquisa Biomédica da República Democrática do Congo, que supervisionou o estudo. “Esses avanços ajudarão a salvar milhares de vidas.”

Um dos maiores obstáculos na luta contra o surto de casos no Congo, que perdura há um ano, o segundo maior da história – com quase 3 mil casos confirmados – tem sido a relutância daqueles que adoecem em procurar tratamento.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Além disso, a chance de sobrevivência dos infectados tem sido muito baixa. Estima-se que 7 em cada 10 pessoas infectadas com o ebola no país morreram.

Leia também: Cuba começa a distribuir pílula para prevenir a disseminação do HIV

Jean-Jacques afirma que muitas pessoas viram membros da família entrarem em um centro de tratamento de ebola e saírem de lá mortos. “Com a chegada desses medicamentos, a taxa de mortalidade caiu vertiginosamente, aumentando a chance de cura. Até 90% dos pacientes que vão ao centro de tratamento sairão de lá completamente curados”, disse.

“As pessoas vão começar a acreditar na chance de cura e terão mais confiança em buscar tratamento”, complementou.

Anthony Fauci, diretor de um laboratório de pesquisas nos EUA, disse que a mortalidade geral daqueles que receberam ZMapp em quatro centros foi de 49%, enquanto a do Remdesivir foi de 53%.

Um anticorpo monoclonal produzido recentemente que sintetiza as duas drogas reduziu a mortalidade global para 29%. No entanto, segundo os cientistas, os infectados que se apresentam ao centro de tratamento na primeira semana em que os sintomas são expostos, têm uma taxa de mortalidade ainda menor: 6%.

Em outras palavras, a chance de cura do ebola mais do que dobrou com a chegada dos novos medicamentos: 94%.

Vírus Ebola agora curável após testes realizados Congo

Em média, as pessoas que adoecem levam até quatro dias para buscar ajuda, disse o dr. Michael Ryan, da Organização Mundial de Saúde. Isso reduz suas chances de sobrevivência e torna provável que o vírus, disseminado por fluidos corporais, seja transmitido para suas famílias.

Leia também: Crianças de comunidade carente de Curitiba são surpreendidas com lanche e agasalho na volta às aulas

Para ele, a chave para a cura e o combate à epidemia é a busca pelo tratamento o mais breve quanto possível.

Assim, o próximo passo é conscientizar a população para que busque auxílio nos primeiros dias em que os sintomas da doença se manifestarem, e jamais deixar o tratamento para depois.  O ebola é capaz de matar um ser humano em meras duas semanas desde a infecção.

conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

Fonte: The Guardian/Fotos: Reprodução/Agência Anadolu

Relacionados

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

985,943FãsCurtir
1,750,816SeguidoresSeguir
8,567SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Fábio Assunção dá a volta por cima um ano depois de virar ‘piada’ no Carnaval

É impressionante o quanto as coisas podem mudar em apenas um ano, né? Olha o caso do ator Fábio Assunção, 48 anos. No Carnaval do...

Bióloga que salvou Arara Azul da extinção vira personagem da Turma da Mônica

Na última terça-feira (11), foi celebrado o Dia Internacional das Meninas e Mulheres na Ciência. Para comemorar a data, a Mauricio de Sousa Produções...

USP retira coágulo de artéria no cérebro e devolve movimentos a vítimas de AVC

Cientistas adjuntos da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo em Ribeirão Preto desenvolveram uma técnica eficaz na redução de quase a totalidade...

Neto faz “antes e depois” e homenageia avó em seu aniversário de 99 anos

A homenagem de um neto para sua avó no dia do seu aniversário de 99 anos comoveu as redes sociais nesta quinta-feira (13). Iury Neto,...

Juiz vai até a casa de idosa para lhe conceder aposentadoria

Um  caso incomum aconteceu há alguns meses, onde um juiz foi até a casa de uma senhora de 100 anos para conceder aposentadoria a ela. O...

Instagram