Alemanha anuncia 800 bilhões de reais para universidades e pesquisas científicas


Alemanha anuncia 800 bilhões de reais para universidades e pesquisas científicas
PUBLICIDADE ANUNCIE

Ministra da Educação alemã anunciou um aumento médio anual de 2 bilhões de euros (10 bilhões de reais) nos investimentos em universidades e centros de pesquisa de excelência, entre 2021 e 2030. “Estamos garantindo a prosperidade de nosso país.”

O governo federal da Alemanha anunciou um mega investimento de 160 bilhões de euros (R$ 800 bilhões) no ensino superior e em pesquisas científicas para a próxima década.

O comunicado foi dado por Anja Karliczek, ministra da Educação do governo democrata-cristão de Angela Merkel, chanceler da Alemanha.

[Matéria continua depois do vídeo abaixo]

Convidamos cinco mulheres que enfrentaram o câncer de mama para falar sobre suas experiências. Mas elas não sabiam que, durante a gravação do vídeo, seriam surpreendidas. Nesta linda homenagem, as filhas presenteiam suas mães com um sutiã especial (para quem viveu o câncer) acompanhado por uma prótese externa, uma espécie de enchimento que encaixa na lingerie. Assista o vídeo e prepare o lencinho:

“Com isso estaremos garantindo a prosperidade de nosso país no longo prazo”, afirmou Anja em Berlim, após meses de debates entre o governo federal e os estados alemães, de modo a definir o plano de investimentos no ensino superior para os próximos 12 anos.

Ficou acordada a divisão do valor em 120 bilhões de euros para centros de pesquisa não-universitários, como o Instituto Max Planck e a Associação Fraunhofer, e 41,5 bilhões de euros para a melhoria do ensino superior.

PUBLICIDADE ANUNCIE

O Razões e o Educa Mais Brasil te ajudam a conseguir bolsa de estudo para cursos técnicos e profissionalizantes, cursos de idiomas, entre outras, clique aqui.

A partir de 2021, o governo transferirá 3,8 bilhões de euros adicionais às universidades e demais instituições de ensino superior, divididos em partes iguais (metade do governo, metade dos estados). Em 2024, o repasse adicional chegará a 4,1 bilhões.

O montante adicionado a cada ano reflete o aumento do número de novos ingressantes nas universidades públicas, que também poderão solicitar mais recursos para projetos de extensão e pesquisa, limitada a 150 milhões de euros.

Repercussão

Eva Quante-Brandt, que coordenou os debates e representou a cidade-estado de Bremen, se disse “satisfeita com o resultado”, acrescentando que os “recursos vão permitir aos estados manter a oferta de vagas e ainda melhorar a qualidade do ensino superior.”

Para o presidente da associação de reitores da Alemanha, Peter-Andre Alt, o acordo é “um alívio”. Ele afirmou que todos os reitores se comprometeram a seguir o programa aprovado e que eles assumirão suas respectivas atribuições.

Leia também: Pai viúvo se veste de ‘pãe’ para comemorar Dia das Mães com a filha na escola

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: UOL

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar