Brasileira de 17 anos ganha medalha de ouro na Olimpíada Europeia de Matemática


Brasileira de 17 anos ganha medalha de ouro na Olimpíada Europeia de Matemática
PUBLICIDADE ANUNCIE

Se cada suado e perseverante ouro olímpico que o nosso país conquista a cada quatro anos é motivo de grande celebração e felicidade nas Olimpíadas de Verão, um ouro igualmente conquistado na raça e na habilidade durante a Olimpíada Europeia de Matemática merece atenção semelhante, certo?

A gaúcha Mariana Bigolin Groff, de 17 anos, ficou em primeiríssimo lugar na oitava edição do maior campeonato de ciências exatas do continente europeu, realizado em Kiev, na Ucrânia. A jovem conquistou o ouro no evento que ocorreu entre os dias 7 e 13 de abril.

Não que conquistar a medalha tenha sido um feito inédito para a gaúcha: ela já conquistou 28 medalhas em competições nacionais e 5 medalhas em competições no exterior.

Atual hexacampeã da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), Mariana também acumula conquistas em outras áreas, como astronomia, física, química e informática.

Brasileira de 17 anos ganha medalha de ouro na Olimpíada Europeia de Matemática
Brasileira de 17 anos ganha medalha de ouro na Olimpíada Europeia de Matemática. Foto: Reprodução

O grande sonho da adolescente era poder participar da olimpíada europeia. Recentemente, ela deixou de estudar numa escola pública no interior do Rio Grande do Sul por uma bolsa numa escola particular de Fortaleza.

Brasileira de 17 anos ganha medalha de ouro na Olimpíada Europeia de Matemática
Foto: Reprodução

Leia tambémBares e restaurantes brasileiros começam a abrir espaço para a gastronomia sustentável

PUBLICIDADE ANUNCIE

Esta é a terceira vez que uma delegação brasileira participa da Olimpíada Europeia de Matemática, ou EGMO (na sigla inglesa). Conquistamos ao todo 9 medalhas e uma menção honrosa.

Na classificação em grupo, o Brasil acabou em 20º lugar, entre 49 países, com uma equipe formada por alunas de todo o país.

Brasileira de 17 anos ganha medalha de ouro na Olimpíada Europeia de Matemática
A equipe brasileira na Ucrânia. Foto: Reprodução

Leia também: “Comecei lavando louça, agora sou auxiliar de cozinha no restaurante”: projeto abre portas para mercado de trabalho

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: Hypeness

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar