Escola americana inclui artes no ensino das disciplinas e resultados impressionam


Escola americana inclui artes no ensino das disciplinas e resultados impressionam 1
PUBLICIDADE ANUNCIE

Enquanto no Brasil a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) do ensino médio transformou o ensino de Arte numa disciplina optativa, nos Estados Unidos, uma escola pública vem apresentando excelentes resultados depois de incluir o conteúdo em todas as disciplinas.

A H. O. Wheller fica na cidade de Burlington, no estado de Vermont, e tem em sua maioria alunos de populações refugiadas. Há dez anos, a escola, que fica numa região pobre, apresentava índices baixíssimos de aprendizagem e o colégio com mais de cem anos de fundação ameaçou fechar as portas.

Para mudar radicalmente a metodologia, a direção decidiu implementar as artes e a criatividade como processo pedagógico em todas as disciplinas. Depois disso, a aprendizagem em matemática mais que dobrou e hoje a escola com quase 300 alunos tem lista de espera de quase 100 estudantes.

Escola americana inclui artes no ensino das disciplinas e resultados impressionam 2

As artes são a base para todos os conteúdos. Nas aulas de matemática, por exemplo, as crianças estudam geometria por meio de desenhos e pintura. Os alunos são provocados para reproduzir desenhos com base no comando do professor e acabam refazendo a pintura por meio das formas e de ângulos.

Escola americana inclui artes no ensino das disciplinas e resultados impressionam 3

PUBLICIDADE ANUNCIE

“Ao ensinar com arte as crianças expandem a mente, criando um processo crítico sobre as coisas”, explicou o professor de matemática Aurie Thibault. A escola ganhou o prêmio de melhor do estado de Vermont em 2016 e subiu o nível de proficiência em matemática de 17% para 66%.

Leia também:

Pais de alunos de outras cidades e outros estados estão enviando seus filhos para o colégio e isso promoveu diversidade socioeconômica na escola, já que antes todos os estudantes vinham de famílias pobres e agora as turmas têm perfis socioeconômicos diferentes, o que possibilita maior troca de conhecimentos e realidades.

“A experiência artística os torna seres humanos melhores, e isso é um grande diferencial. Eles são mais abertos, colaborativos e alegres”, disse o diretor da H. O. Wheller, Bobby Riley.

A matéria foi escrita com informações do site kqed.org e do documentário “Como o cérebro cria”, disponível na Netflix, em que professores demonstram como as atividades são desenvolvidas em sala de aula.

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

Fotos: Ada Leaphart/Integrated Arts Academy at H.O. Wheeler

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar