Escolas no Ceará utilizam cordel para ensinar sobre Lei Maria da Penha


Escolas no Ceará utilizam cordel para ensinar sobre Lei Maria da Penha
PUBLICIDADE ANUNCIE

Com o apoio do Instituto Maria da Penha e a Secretaria de Educação do Ceará (Seduc), o cearense Tião Sampaio criou o cordel “A Lei Maria da Penha em Cordel”, que em 2018 já alcançou 38 escolas da rede pública de ensino cearense.

O projeto contou com o auxílio do estado e da iniciativa privada para a distribuição nas escolas. A promessa é que em 2019 se expanda para outros estados do Nordeste. Além da entrega dos cordéis, o Seduc realiza palestras sobre o tema nas escolas.

Leia tambémBares e restaurantes brasileiros começam a abrir espaço para a gastronomia sustentável

Escolas no Ceará utilizam cordel para ensinar sobre Lei Maria da Penha
Alunos aprendem sobre a Lei Maria da Penha por meio da literatura de cordel — Foto: Arquivo pessoal

A literatura de cordel se tornou patrimônio cultural do Brasil em setembro de 2018. O cordel é caracterizado por ser impresso em folhetos e por suas ilustrações.

Tradicional e bastante popular nas regiões Nordeste e Norte do Brasil, a literatura de cordel é escrita em rimas, geralmente cantadas, costume que os escritores tinham para atrair o público. Alguns poemas são ilustrados com xilogravuras.

O nome de cordel é originário de Portugal, que tinha a tradição de pendurar folhetos em barbantes. Essa tradição se espalhou para o Nordeste do Brasil, onde o nome acabou sendo herdado, porém a tradição do barbante não se manteve.

PUBLICIDADE ANUNCIE
Escolas no Ceará utilizam cordel para ensinar sobre Lei Maria da Penha
Familiaridade com o cordel ajuda na compreensão do conteúdo, diz autor — Foto: Arquivo pessoal

Alguns dos muitos cordelistas famosos no Brasil foram Apolônio Alves dos Santos, Firmino Teixeira do Amaral, João Ferreira de Lima, João Martins de Athayde, Leandro Gomes de Barros e Manoel Monteiro.

Para conferir o cordel na íntegra, acesse aqui.

Leia também“Comecei lavando louça, agora sou auxiliar de cozinha no restaurante”: projeto abre portas para mercado de trabalho

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: Observatório do Terceiro Setor

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar