Homem transforma cômodo de sua casa em biblioteca comunitária

O vendedor autônomo Natanael Souza transformou um pequeno cômodo de sua casa numa biblioteca comunitária para crianças.


homem transforma comodo biblioteca comunitária
PUBLICIDADE ANUNCIE

O vendedor autônomo Natanael Souza, 53 anos, transformou um pequeno cômodo de sua casa, em Suzano (SP), numa biblioteca comunitária. O lugar incentiva a leitura de crianças da comunidade do Rio Abaixo.

Tudo começou em 2013, quando Natanael se viu entediado por causa de um acidente que o deixou desempregado. Cinco anos depois, ele ainda tem sequelas auditivas e motoras.

“Eu passava as madrugadas em claro pensando no que fazer. Precisava encontrar meu espaço, me sentir útil de novo”, contou Natanael ao site Agência Mural.

Foi quando sua esposa, Cléo Souza, 49 anos, sugeriu o empréstimo de livros. No início, o casal tinha poucos livros para abrir a biblioteca, pois começou do zero.

homem transforma comodo biblioteca comunitária
 

Os vizinhos perguntavam se Natanael, Cléo e a filha deles, Mel, iam vender os livros, ao vê-los com pilhas de obras nos braços. “As pessoas têm esse problema de achar que livros são só livros. Para mim, não: livros nunca são só livros”, disse ele.

A família foi a vários lugares de São Paulo em busca de doações. O empenho dos três valeu a pena. Eles inauguraram a biblioteca em um cômodo que não tinha mais de quatro metros quadrados.

A metade de um guarda-roupa e um criado viraram prateleiras para os livros que cabiam – o restante ficava no chão. Alguns pedaços de papelão serviram de letreiro para a recém-inaugurada biblioteca comunitária Espaço do Saber. Mas, o movimento não atendeu às expectativas.

PUBLICIDADE ANUNCIE

homem transforma comodo biblioteca comunitária

“Não vinha ninguém. Foi quando eu e a Mel começamos a abordar algumas crianças que aguardavam as vans para irem às escolas”, lembra Cléo. “Levávamos alguns livrinhos conosco e perguntávamos: ‘Você gosta de ler? Lá em casa a gente empresta livros, sabia?’”.

Logo a notícia dos “tios que emprestavam livros” se espalhou pela comunidade do Rio Abaixo. O movimento aumentou e o espaço da biblioteca ficou pequeno.

Então, no ano passado, os bibliotecários criaram uma vaquinha online nas redes sociais. Eles arrecadaram cerca de 5 mil reais para reconstruir a biblioteca no antigo quarto do casal e da filha – a família passou a dormir nos fundos da casa.

homem transforma comodo biblioteca comunitária

Os empréstimos funcionam como em qualquer biblioteca que você costuma frequentar. As crianças podem ficar com os livros de 10 a 15 dias e conseguem renovar o empréstimo de duas a três vezes.

Com mais de mil títulos, a biblioteca comunitária Espaço do Saber funciona de segunda à sexta-feira, das 10h às 12h e das 15h às 18h. Os bibliotecários aguardam a chegada de novas prateleiras para acomodar melhor o acervo e as novas doações.

Saiba mais na reportagem da Agência Mural:

crédito das fotos: Rômulo Cabrera/Agência Mural

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar