Idosa de 62 anos lê pela primeira vez e se emociona; veja vídeo

Dona Maria Nazaré da Conceição tentava aprender a ler e escrever há anos, mas não conseguia.


Idosa de 62 anos lê pela primeira vez e se emociona; veja vídeo 1
PUBLICIDADE ANUNCIE

Uma idosa de 62 anos teve uma reação emocionante ao conseguir soletrar, juntar as sílabas e ler a primeira palavra de sua vida.

Dona Maria Nazaré da Conceição vive em Parnamirim (RN). Ela tenta aprender a ler e escrever há vários anos, mas sem ajuda de ninguém, não conseguia. Tudo isso mudou ao conhecer a psicopedagoga Izabel Silva, que trabalha na Escola Municipal Maria Cristina.

A psicopedagoga gravou um vídeo mostrando a Dona Maria lendo as letras ‘m’ e ‘o’, para em seguida formar o fonema ‘mo’. Depois, Dona Maria une as letras ‘l’ e ‘a’, emocionando-se ao descobrir que havia montado a palavra ‘mola’.

As duas ficam tão contentes naquele momento que caem na gargalhada!

Idosa lê pela primeira vez vídeo

Rejane Barbosa dos Anjos, filha de Dona Maria, conta que a mãe não teve a oportunidade de estudar quando era mais nova. “Teve muitas dificuldades na infância, teve que trabalhar muito cedo, como acontece com boa parte da população. Ela está tentando aprender a ler há muitos anos”, contou.

“Ela já passou por muitas escolas, mas nunca conseguiu aprender. E esse ano a escola conseguiu uma psicopedagoga que está ajudando. E depois de mais de vinte anos ela está conseguindo aprender as primeiras palavras”, comemorou.

PUBLICIDADE ANUNCIE

Leia também: Idosa de 80 anos realiza o sonho de ler e escrever em Goiás

Maria Nazaré é viúva e trabalhou por muitos anos como empregada doméstica e faxineira. Ao longo da vida, incentivou os filhos a estudar. Rejane levou a sério os conselhos da mãe: atualmente é formada em Relações Internacionais e oferece aulas de reforço escolar em Parnamirim.

Dona Maria quer ‘voar mais alto’, agora que está se acostumando com as palavras da língua portuguesa. “O sonho dela é escrever uma carta para cada um dos filhos e quando terminar os estudos quer fazer faculdade”, concluiu a filha.

Assista ao vídeo da 1ª palavra lida pela idosa:

Educação, esporte e arte são fundamentais para a inclusão social de grupos vulneráveis, concorda? Conheça então três projetos que defendem essas causas, escolha a sua favorita, apoie e concorra a um super prêmio de R$ 1 milhão da promoção “Ganhou, Causou”, da Nestlé. Clique aqui e saiba como participar!

Fonte: SNB/Fotos: Reprodução/YouTube

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar