Menino de 12 anos cria sua própria escola 100% gratuita para crianças carentes


Menino de 12 anos cria sua própria escola 100% gratuita para crianças carentes 1
PUBLICIDADE ANUNCIE

Leonardo Nicanor, o Nico, tem apenas 12 anos de idade, ainda está no ensino fundamental, mas já administra sua própria escola particular e completamente gratuita para crianças e adultos carentes.

Nico afirma que adora estudar, e de alguma forma, queria compartilhar sua paixão pela educação com seus amigos, colegas e vizinhos.

Após tomar ciência de diversos colegas com dificuldades para acompanhar as aulas na escola e outras crianças que abandonaram os estudos e viviam perambulando nas ruas, ele decidiu fazer algo a respeito.

No ano passado, Leonardo disse à avó, Ramona, que queria abrir sua própria escola e pediu que ela o ajudasse a construí-la ao lado de sua casa, na cidade argentina de Las Piedritas.

Ela consentiu e, juntos, eles abriram a Escola Particular Gratuita de Nico, que hoje atende a quase 40  estudantes. O garoto atua como professor e diretor, e se orgulha de que sua iniciativa já tenha feito uma grande diferença para muitas das crianças que frequentam o local.

Menino funda sua própria escola crianças carentes
Foto: Reprodução/YouTube Argentear Lo mejor de Argentina

Crianças recebem reforço escolar

A escola de Nico não é lembrada pela sua infraestrutura, bastante improvisada, por sinal, mas pelos trabalhos e atividades feitas em grupo, bancados muitas vezes com doações de vizinhos e pais dos alunos.

Aos poucos, o professor mirim compra ou ganha banquinhos, armários e quadros negros para estruturar a escola. Além disso, tem recebido doações de livros para montar uma biblioteca.

Leia também: Menina de 11 anos transforma becos de comunidade em sala de aula para crianças

PUBLICIDADE ANUNCIE

Recentemente, a escola ganhou uma sirene para tocar na hora do recreio e uma caixa de som para tocar o hino nacional da Argentina no início das aulas, assim como nas escolas regulares.

O que mais chama atenção na escola de Nico é a qualidade das aulas e atividades ministradas, além da dedicação dos alunos.

Faça chuva ou faça sol, os alunos estão lá, todos os dias, para participarem das aulas. “Ele é um menino incrível. Não acredito no que ele faz”, disse a avó de Nico, Ramona.

Embora a maioria dos 36 alunos de Nico sejam mais jovens que ele, alguns estão até no jardim de infância, há adultos que também frequentam as aulas da escola particular gratuita.

Leia também: Menina de 9 anos ensina vendedor de picolé de 68 a ler e escrever no Ceará

O professor/diretor de 12 anos faz o seu melhor para ajudá-los a melhorar nas matérias com as quais eles têm dificuldades, e muitos admitem que frequentar a escola tem melhorado seu desempenho.

“Isso me ajudou a passar de ano, agora estou na terceira série”, disse um dos alunos de Nico ao jornal Clarin.

A história de Leonardo Nicanor tem cativado toda a Argentina e seu altruísmo já inspirou milhares de pessoas!

Educação, esporte e arte são fundamentais para a inclusão social de grupos vulneráveis, concorda? Conheça então três projetos que defendem essas causas, escolha a sua favorita, apoie e concorra a um super prêmio de R$ 1 milhão da promoção “Ganhou, Causou”, da Nestlé. Clique aqui e saiba como participar!

Fonte: Oddity Central/Foto de capa: Reprodução/YouTube Tiempo De San Juan

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar