Em um pouco mais de um ano de vida, uma surpresa de visita. Exibido em mais de 30 festivais e 17 prêmios

A repercussão e o sucesso alcançados pelo curta-metragem “A Visita” tem deixado o seu realizador, o petropolitano Leandro Corinto, 39 anos, surpreso e muito contente. Também não poderia ser diferente, foram mais de 30 festivais (34 para ser exato), 17 prêmios e indicação em cinco categorias no International Filmmaker Festival of London 2016 (Melhor Curta Estrangeiro, Melhor Diretor Estrangeiro,Melhor Roteiro Estrangeiro, Melhor Ator Estrangeiro e Melhor Ator Coadjuvante Estrangeiro), em apenas 20 meses de vida.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O filme foi realizado em muito pouco tempo pois essa era a proposta do Festival onde foi criado – Festival 72 horas, em 2014. “O filme é muito simples – foi feito em tempo recorde se tratando de uma obra audiovisual, que demanda muito tempo de produção e finalização. O roteiro foi escrito na véspera da filmagem, os atores não ensaiaram” – explica.

O curta conta a história de um menino de nove anos, Matheus, criado pelo Tio que ocupa o papel de pai e mãe em sua educação. Depois de um longo tempo, finalmente, reencontrará o seu pai biológico, que vem do exterior visitá-lo. Essa visita lhe trará alguns questionamentos sobre sua família e uma grande surpresa.

O filme aborda assuntos muito relevantes, como amor e tolerância, mas de maneira sutil e delicada, além de perpassar pela questão da religião – o menino pede a Deus que tenha uma mãe –, e da nova configuração da família – o menino vai, finalmente, conhecer o seu pai biológico que chega depois de um período vivendo no exterior onde fez uma cirurgia de mudança de sexo. “Acredito que todos esses temas podem e devem conviver em harmonia na tela e fora dela” – afirma Leandro.

Para Leandro, um dos prêmios mais importantes, até agora, foi o de melhor ficção no 14º Festival de Cinema Infantil de Florianópolis. Saber que a mensagem está chegando até as crianças o deixa muito feliz. Destaca, também, o primeiro prêmio internacional de Melhor-Curta Estrangeiro no Highland Park International Film Festival, em Los Angeles. Fora do Brasil, já foi exibido na Índia, Itália, França, Inglaterra, Espanha, Estados Unidos, Porto Rico, Equador, Tibet…

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Com o prêmio em Florianópolis, Leandro percebeu que o filme poderia atrair outros públicos e começou a inscrevê-lo em vários festivais nacionais e internacionais. Além disso, ele prevê uma vida mais duradora para esse formato, com um número maior de festivais e novas janelas de exibição, como a internet, por exemplo. Tudo isso colabora para que a carreira do filme seja ainda mais promissora.

Em breve, no dia 13 de fevereiro, o curta será exibido no Canal Brasil, no programa Cinema em Outras Cores, onde foi entrevistado por Jean Willys. A Tv Brasil também adquiriu para exibição nesse ano.

posteravisita

PICT_AVisita_04 (1)

PICT_AVisita_01

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

leandrocorinto

Fotos: Reynaldo Zangrandi

Cacá Valente é designer, mestre em história da arte, produtor e gestor cultural.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,855,310SeguidoresSeguir
25,029SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Maratonista dá seu troféu para garota de 11 anos que participou de competição por puro amor

É tão lindo quando as pessoas correm atrás de seus sonhos. Nada substitui o brilho no olhar de quem faz o que ama, não...

Netflix lança série animada só com músicas dos Beatles

Eu sou suspeito, adoro muitas das produções feitas pelo Netflix, com um big data monstruoso e um tino para se comunicar de forma bastante...

Plataforma de desapegos incentiva doação, compartilhamento e reutilização de objetos

Depois de passarmos por uma era de acúmulos, pautados pelo consumismo, chegou a hora de criar caminhos e alternativas para evitar os excessos. É...

Associação de moradores distribui comedouros comunitários para animais em Jericoacoara (CE)

Além de alimentar, a associação castra os animais para o controle de natalidade. Segundo a coordenadora da Jeri Sobre Patas, Carla Souza, foram castrados 600 animais desde a criação da associação, em 2012.

Instagram

Em um pouco mais de um ano de vida, uma surpresa de visita. Exibido em mais de 30 festivais e 17 prêmios 3