Em vez de alugar um apê, assine um contrato que te permite ter moradia em qualquer lugar do mundo

Já ouviu falar do Roam? Um serviço que quer oferecer uma nova forma de morar. Uma espécie de rede de moradias compartilhadas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A ideia é como se você tivesse diversas moradias ao redor do mundo. Ou seja, depois de alguns meses em sua casa de Madria, você vai passar algum tempo na sua casa de Miami e assim por diante.

A stratup diz que eles não querem ser locais para férias e sim uma alternativa a forma como pensamos em moradia e viver.

O fundador, Bruno Haid, disse que após viver um período como nômade digital, sentiu falta de algo intermediário aos modelos do Airbnb e Housesitting (um tipo de hospedagem gratuita).

Através da combinação de vivência compartilhada com o nomadismo, Haid espera ajudar a aliviar a solidão de chegar uma nova cidade e cultura sem conhecer ninguém. Cada morador tem seu próprio quarto e banheiro, mas eles também têm acesso a um espaço de coworking e áreas comuns compartilhadas. O objetivo é atender tantas pessoas quanto possível.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Se você vai de lugar para lugar, sempre se leva algumas semanas até se sentir em casa”, diz ele. “Isso é algo que nós queremos ter a certeza que pode ser sentido em menos tempo. Você pode literalmente aparecer em Bali e viver com pessoas que estiveram lá por um longo tempo, significa que você tem tudo o que precisa para navegar na comunidade local.”

Embora seja possível reservar por uma semana, a startup prefere que as pessoas fiquem mais tempo. Como outros experimentos de co-living, ele também acredita que é possível projetar melhor o espaço de vida se partes dela são compartilhadas, em vez de morar em quitinetes ruins e apertadas.

A empresa está tentando trazer mais do que o habitual público itinerante, como programadores ou designers. Alguns dos primeiros moradores incluem um dramaturgo, ativista dos direitos das mulheres no Médio Oriente e o fundador do primeiro espaço de co-working, em Berlim. Ele também é destinado a pessoas de todas as idades. “Não é apenas para os jovens”, diz Haid.

Ele estima que existam 1,2 milhões de pessoas que têm a renda e a capacidade de trabalhar remotamente e que podem viver dessa maneira.

10600636_1002833563133507_8890804543468739497_n

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

12642765_979572945459569_1720656910793984257_n

12790858_1007635402653323_2069848171540052910_n

12794643_998209560262574_7901134726123661908_n

12801169_993662970717233_5029758659949646993_n

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

13015235_1030854993664697_1081432797847457872_n

13139309_1042342199182643_2653840267990198858_n

Fonte: Fast Coexist

Fotos: via Roam

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,505,556SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Ensaio fofo de casal de idosos vai estourar o seu fofurômetro! ❤❤

A neta do casal que presenteou eles para celebrar os 65 anos de casados, o resultado disso? Avós mais felizes e netos mais inspirados!

Padaria deixa cesto do lado de fora com pães e salgados para quem precisa

Todos os dias, uma padaria em Curitiba coloca uma cesta do lado de fora com pães e salgados para moradores de rua e para quem passa por ali indo ao trabalho.

Rapaz com paralisia cerebral vê o mar pela 1ª vez e se emociona

Marcelo Souza Lopes pôde contemplar o mar pela primeira vez aos 37 anos. O passeio foi completo: ele foi à praia, colocou os pés...

Homem que alimenta cisnes diariamente se atrasa e os bichinhos vão buscá-lo

Compromisso é compromisso e um grupo de cisnes decidiu mostrar ao mundo a importância de honrarmos com as nossas promessas. Jitesh Parmar é amante...

Instagram