Empatia é utopia? Encontro promove discussão sobre como nos relacionamos

De uns tempos pra cá tem se falado cada vez mais em empatia e, junto da dificuldade que encontramos para dar os primeiros passos nessa jornada, surgem vários outros questionamentos quando tentamos entender, difundir e colocar em prática esse conceito, tornando ainda mais difícil aplicá-lo em nosso dia a dia.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Se essas dúvidas ainda pairam sobre a sua cabeça, você deve ver este post aqui com uma animação super fofa, que explica de maneira didática o que é empatia.

Mas quais são as armadilhas que impedem nossa conexão com outras pessoas? Será que já somos empáticos em nosso dia a dia? E se já sentimos empatia, qual é a importância de aprendermos a demonstra-la?

À partir da leitura dramática de um diálogo da peça “LOLA”, escrita por Juliana Calderón em 2013, iremos bater um papo sobre essas e outras questões, aprofundando nossa consciência sobre a forma como nos relacionamos.
E assim, quem sabe conversando, a gente não contribui pra tornar o mundo um pouquinho mais acolhedor?

Esperamos por você! 🙂

Dia 20 de junho, às 19h30, na Livraria Martins Fontes – Av. Paulista, 509

Clique aqui para fazer sua inscrição.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Relacionados

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

987,692FãsCurtir
1,763,401SeguidoresSeguir
8,636SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jovem cria escola de lona para alunos carentes em Tocantins e internautas criam vaquinha

Com alguns tecidos, plásticos e madeiras que encontra no lixão, jovem construiu a sua escolinha de reforço. Mas quando chove, ele perde tudo.

Pitbull resgatado de “rinha” não para de sorrir no novo lar

Publicamos no final do ano passado o resgate de 33 pitbulls de uma “rinha” em Itu (SP). O estado dos cães era muito triste. Hoje,...

Menino vende desenhos no portão de casa para ajudar a família e comprar telas

Kayque coloca seus desenhos à venda no portão de casa por R$1,50 para conseguir dinheiro para as telas e para ajudar a família.

Cadeirante que faz entregas em SP sonha ter cadeira motorizada e internautas criam vaquinha

Conheçam o Luciano Oliveira, 44 anos, cadeirante que ficou conhecido por trabalhar como entregador de comida por aplicativo.

Ortobom doa 500 colchões para vítimas de chuva em Raposos (MG)

A Região Metropolitana de Belo Horizonte foi a mais afetada pelas fortes chuvas que caíram em Minas Gerais nas últimas semanas. Um exemplo é...

Instagram