Empresa alfabetiza auxiliares de limpeza ao invés de demiti-los por não saberem ler

Nátaly Bonato é community manager da WeWork Paulista, um espaço de trabalho compartilhado, na Avenida Paulista, em São Paulo. Para resolver problemas de limpeza da unidade, Nátaly imaginou que um relatório seria o suficiente.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O relatório deveria ser preenchido pelos funcionários da limpeza todos os dias dizendo se a sala do cronograma tinha sido limpa e, caso não, colocar um comentário explicando o porquê.

“O relatório demorou 1 semana pra chegar e quando veio, o banheiro virou um caos. Não entendi nada e ai nos reunimos e a descoberta foi que 50% do time (terceirizado) era iletrado”, escreveu Nátaly no Facebook.

Ao invés de trocar a equipe, Nátaly teve uma ideia muito melhor: procurar nas escolas que fazem parte da WeWork alguém que pudesse alfabetizar os auxiliares de limpeza. Foi assim que ela conheceu a pedagoga Dani Araujo, da MasterTech, que topou o desafio.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

As pessoas não são descartáveis. Eu não queria que alguém passasse pela minha vida sem ter o meu melhor, sem que eu pudesse tentar. Então, eu não queria que eles saíssem daqui um dia e continuassem tendo aquelas profissões por que eles não tinham escolha”, disse Nátaly em entrevista ao Razões para Acreditar.

As aulas aconteciam às terças e quintas-feiras, no horário de almoço, e duravam 1 hora e meia.  “Foi ousado participar desse projeto. Não tinha experiência com letramento para adultos. Vibrei e chorei com cada conquista que fazíamos juntos, me sinto privilegiada pelo aprendizado que eles me proporcionaram”, afirmou a pedagoga, que continuou dando as aulas mesmo depois de se desligar da MasterTech.

Cinco meses depois, Irene, Neuraci e ‘Madruga’ já conseguiam escrever uma carta. Para celebrar essa conquista, Nátaly e seu time organizaram uma formatura surpresa. “Na hora que eu vi eles vindo de beca, eu comecei a desfalecer de chorar e não só eu! Todo mundo. A gente fez na área comum da WeWork”, lembra Nátaly. “Foi muito incrível mesmo. Acho que é a melhor experiência da minha vida”.

E eles tiveram inclusive “formatura”com direito à beca e tudo! Veja algumas fotos:

Empresa alfabetiza auxiliares de limpeza ao invés de demiti-los por não saberem ler 1

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Empresa alfabetiza auxiliares de limpeza ao invés de demiti-los por não saberem ler 2

Empresa alfabetiza auxiliares de limpeza ao invés de demiti-los por não saberem ler 3

Empresa alfabetiza auxiliares de limpeza ao invés de demiti-los por não saberem ler 4 Empresa alfabetiza auxiliares de limpeza ao invés de demiti-los por não saberem ler 5

fotos: Nátaly Bonato e Divulgação/Reprodução autorizada

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,282,832SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jovem do Texas que tem ‘problemas para fazer amigos’ recebe visita surpresa de aniversário e se emociona

Kiley tem um pouco de dificuldade para fazer amigos devido a Síndrome de Williams, uma condição genética que causa impacto no desenvolvimento cognitivo, comportamental...

Em dois anos, empresa especializada em gestão de resíduos recicla 2,5 mil Ton de lixo

O movimento de uma gangorra caracteriza bem a meta da Arueira Ambiental: inverter o ciclo do lixo, valorizando a reciclagem como uma fonte de...

Resgatando vidas: diagnóstico, tratamento e reversão do AVC. Tire suas dúvidas!

Um dos assuntos que mais causam curiosidade é como diagnosticar e tratar o Acidente Vascular Cerebral, o AVC. Recentemente, falamos de um tratamento usado em...

Sem condições financeiras, pai cria aparelho para locomoção da filha cadeirante e comove internautas

Todos os dias, o seu José Antônio, de 68 anos, monta e desmonta o aparelho que ele mesmo criou para ajudar na locomoção da...

Senhora desapega de objetos e investe em projetos sociais

“Com um consumo mais consciente, é possível gastar tempo e energia em coisas mais bacanas, como viajar e ajudar o próximo."

Instagram

Empresa alfabetiza auxiliares de limpeza ao invés de demiti-los por não saberem ler 7