Uma das maiores empresas de fertilizantes do país investe na agricultura familiar e aumenta em 230% renda dos agricultores

“Essa terra dá de tudo, que se possa imaginar: sapoti, jaboticaba, mangaba, maracujá!”. A canção Frutos da Terra do cantor baiano Jurandy da Feira, imortalizada na voz de Luiz Gonzaga, ilustra muito bem o cenário descoberto pelo programa Village na cidade de Barreiras, na Bahia. Jurandy sabia o que falava, pois a terra dá de tudo, mas faltava incentivo e apoio técnico.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O projeto é coordenado pelo Instituto Mosaic, vinculado à Mosaic Fertilizantes, uma das maiores empresas de fertilizantes do Brasil. O programa, iniciado em 2019, auxilia famílias que moram na zona rural e vivem em situação de vulnerabilidade a crescerem por meio da agricultura familiar.

A iniciativa começou com 17 famílias na cidade de Barreiras e hoje são 40 na região. O Village consiste em dar apoio para melhorar o processo produtivo com assistência técnica agronômica, diversificação de cultivo e, além disso, promover melhores técnicas de comercialização, dando acesso ao mercado e fazendo com que as famílias vendam os produtos. Porque não adianta só produzir e não vender né?!

Rendimento das famílias mais que dobrou

Com esse trabalho, a produção média das famílias aumentou em 386% e os rendimentos subiram 230%. Ou seja, a renda mais que dobrou. Foi assim na casa de Fernanda Fernandes, que mora com o esposo e com o filho e tem 23 anos de idade.

“Tem cinco anos que a gente vem tentando trabalhar só pra gente. Já tentamos com galinha e com vacas de leite, porém o retorno era demorado. Depois de conhecer o projeto, passamos a produzir hortaliças com o acompanhamento técnico e também com maquinário do projeto, que nos ajudou a ter um direcionamento e uma renda garantida”, disse.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Para ter acesso, as famílias geralmente têm até 5 hectares de terra e estão no chamado cinturão de pobreza. O projeto é desenvolvido durante 3 anos e, após este período, os agricultores passam a tocar os negócios de forma independente.

Projeto instala cisternas e dá assistência em várias frentes

O investimento anual no projeto Village é de R$ 1,5 milhão. O programa é estruturado em alguns pilares que são os eixos norteadores do Instituto Mosaic: Água, Alimentação, Educação e Desenvolvimento Local.

No primeiro pilar, uma das atividades é a construção de cisternas para armazenar água para uso na agricultura. A assistência técnica indica os caminhos adequados de utilização dessa água, seja por meio de gotejamento, hidroponia, irrigação…

Com a garantia de água, as famílias deixam de ter que migrar para outros centros urbanos por falta de oportunidade no campo, num movimento de êxodo rural, como denunciou Gonzaga: “Por falta d’água perdi meu gado, morreu de sede meu alazão… espero a chuva cair de novo, pra mim voltar pro meu Sertão”.

No eixo de alimentação, os produtos cultivados são consumidos em casa também, além de serem comercializados. E a renda maior garante o poder de compra para colocar comida na mesa.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

No tocante à educação, o programa capacita as escolas e a comunidade para o cultivo de hortas orgânicas visando à segurança alimentar e nutricional.

Por meio do apoio às práticas de comercialização, com capacitação para venda dos produtos, participação em feiras e eventos, o projeto acaba promovendo desenvolvimento local.

Um dos desafios é diversificar as culturas, com cultivo de culturas sazonais e outras frutas, hortaliças, grãos e sementes. A produção local aumentou de 30 para 140 toneladas, diversificando de milho a mandioca, feijão, verdura… Afinal, nessa terra dá de tudo…

42% das famílias assistidas são lideradas por mulheres

Assim como na casa de Fernanda, 42% das famílias assistidas são lideradas por mulheres. “O projeto é muito importante, pois além de incentivar, nos ajudou com os primeiros investimentos. Acho que tem que alcançar mais famílias para dar a mesma oportunidade de crescer financeiramente”, disse Fernanda.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

E vai sim, Fernanda! Depois de Barreiras, a iniciativa já está sendo implementada em Balsas, no Maranhão. Inicialmente, são 20 famílias e posteriormente será ampliada para até 40.

A ideia é alcançar sempre cidades com baixo Índice de Desenvolvimento Humano, em regiões em que a Mosaic tem presença comercial, para dar um retorno, uma contrapartida à localidade. “Olhar as nossas comunidades, ter esse cuidado e essa atenção com cada uma dessas comunidades onde a empresa opera”, disse a gerente de projetos do Instituto Mosaic, Camila Bellenzani.

O projeto Village foi inspirado em um trabalho desenvolvido na Índia. Os responsáveis visitaram o país para aprender com a iniciativa. “Levar esperança e qualidade de vida para as pessoas me dá uma força muito grande, pensar numa solução social para alguém, isso é desafiador”, disse Camila.

A Mosaic faz por Acreditar como uma Razão de ser!

Uma das maiores empresas de fertilizantes do país investe na agricultura familiar e aumenta em 230% renda dos agricultores 1

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM







Uma das maiores empresas de fertilizantes do país investe na agricultura familiar e aumenta em 230% renda dos agricultores 3

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
5,080,475SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Atriz Giulia Gam leva meninos que vendem bala para shopping, compra presentes e se emociona

Que atitude mais linda da atriz Giulia Gam! Chega essa época do ano, toda criança sonha ganhar um presente de Natal. Quando deixava a academia...

Garoto que sofreu bullying no 1º dia de aula é acolhido por veteranos

Cale Wrenn, 14 anos, sofreu bullying no seu primeiro dia de aula na nova escola. Mas logo ele foi acolhido pelos veteranos do ensino médio: "Foi muito bom saber que existem pessoas que se importam".

Pesquisadora brasileira recebe mesmo título que Albert Einstein, Charles Darwin e Nelson Mandela

A professora e pesquisadora Ângela Villela Olinto, 59, entrou para a história ao ingressar em duas academias de ciências dos Estados Unidos na mesma...

Motorista de ônibus escolar faz toucas e cachecóis para seus pequenos passageiros

Toucas e cachecóis personalizados para seus pequenos passageiros.

A reação emocionante de um menina que usa prótese ao receber uma boneca igual a ela

Moradora do Texas, nos Estados Unidos, a menina Emma, de 10 anos, foi surpreendida pelos familiares com uma boneca que usa uma prótese numa...

Instagram

Uma das maiores empresas de fertilizantes do país investe na agricultura familiar e aumenta em 230% renda dos agricultores 4