Empresa fatura 20 milhões transformando fraldas usadas em novos produtos

Uma empresa faturou 20 milhões de reais no ano passado reciclando fraldas usadas e embalagens de salgadinhos que iriam parar no lixo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Com escritório em São Paulo, a Boomera transforma a reciclagem de itens aparentemente sem valor em um negócio rentável para a empresa e as cooperativas de catadores parceiras e retira dos aterros sanitários resíduos que poluem o solo, causam mau cheiro e atraem animais. As informações são do Uol.

Leia também: Menino de 7 anos tem sua própria empresa de reciclagem

Os materiais descartáveis são recolhidos de 100 pontos de entrega (escolas, condomínios e supermercados), 200 cooperativas de catadores e 400 empresas clientes da Boomera espalhados por todo o país.

A fábrica da empresa fica em Cambé, no Paraná. Lá, as fraldas usadas e embalagens de salgadinhos são transformados em resinas para a fabricação de outros produtos, incluindo pallets plásticos, lonas agrícolas e displays de pontos de venda, como balcões e estantes. Novos produtos estão em desenvolvimento.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

No caso das fraldas usadas, a parte orgânica (fezes e urina) é retirada do plástico e descartada. Só então o plástico vira resina.

O fundador e presidente da empresa, Guilherme Brammer, explica que a empresa faz a chamada “economia circular”, atuando em duas áreas: logística reversa, atendendo empresas interessadas na coleta da embalagem de seus próprios produtos e fazendo a gestão de cooperativas de catadores e engenharia circular, desenvolvendo novos produtos a partir do material coletado e reciclado.

“Empresa atua em toda a cadeia produtiva, desde a pesquisa de qual material o cliente poderá escolher para seus novos produtos, a gestão da logística reversa dos resíduos gerados, a parceria com cooperativas de catadores, até dar nova vida a esses materiais na nossa fábrica e vender os produtos reciclados”, explica Brammer.

Este ano, a previsão da empresa é faturar o dobro do que foi faturado em 2017: 40 milhões de reais. No início, a Boomera tinha apenas dois funcionários, hoje, são 140.

crédito da foto: Divulgação

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,413,626SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Campanha para salvar milhares de animais silvestres no Pantanal arrecada mais de R$ 1 milhão

ONG e voluntários se arriscam para salvar a fauna da região cercada pelas chamas.

Escola inteira aprende língua de sinais para dar boas-vindas à primeira aluna surda

Os alunos de uma escola primária no estado norte-americano do Maine decidiram aprender a língua de sinais para receber adequadamente uma nova aluna. Morie...

Conheça a história de Davih, um pequeno guerreiro salvo pelo marca-passo

Hoje vamos te contar a história de Davih Lomar, um garoto de apenas 2 anos que tem algo que boa parte das outras crianças...

Esta foto de um médico chorando por perder paciente de 19 anos vai comover você

Acostumados a lidar com a morte diariamente, os médicos também podem sofrer quando perdem um paciente. É o que aconteceu com este médico na Califórnia (EUA). Em uma...

Restaurante emprega só pessoas com demência e Alzheimer por uma causa nobre

O "Restaurante dos Pedidos Perdidos" fica em Tóquio, e a ideia é chamar atenção para a demência e o Mal de Alzheimer.

Instagram