Empresária resgata bebê abandonada em sacola e decide adotar criança em Campo Grande (MS)

Uma empresária de Campo Grande (MS) resgatou uma bebê recém-nascida abandonada em uma sacola e agora quer adotar a criança. Kely Zerial, 37 anos, já acionou advogado, preparou a documentação, entrou com pedido de guarda, na expectativa de poder chamar a menina de filha. O mais curioso é que Kelly já havia iniciado tratamento com um embriologista para realizar o sonho de ser mãe

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Já encaminhei as documentações com advogado e já estamos fazendo o procedimento para adotá-la. Na segunda-feira, teremos alguma devolutiva da Justiça”, disse. “Externei minha vontade em adotá-la. O que senti naquele dia foi algo especial, muito forte e maternal, mexeu comigo. Não tem como descrever o que senti de sexta pra ontem [sábado]. Foi o dia todo de correria entre posto de saúde, hospital e polícia, só parei à noite”, completou a empresária.

bebê abandonada sacola plástico
Bebê foi abandonada em sacola plástica. Foto: Fala Povo, Mídia Max

Resgate da bebê

Foi tudo muito rápido, conta a empresária. Entre 8h e 10h da manhã de sexta, ela estava em casa, quando percebeu a inquietação dos cachorros: latiam muito! Depois, Kelly ouviu uma pancada no portão. Pegou as chaves e foi verificar o que estava acontecendo.

No caminho, o interfone tocou e Kelly voltou para atender. Era uma vizinha alertando sobre a sacola com um bebê deixada na entrada de sua casa. “Fiquei em choque, com o corpo mole, por uns momentos sem reação. Eu vi que tinha muito sangue, e comecei a verificar se ela estava bem. Fui olhando os dedinhos e os pezinhos”, lembra. 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A empresária acredita que a genitora tinha acabado de dar a luz, já que a criança estava suja de sangue e ainda com o cordão umbilical. Ela limpou a bebê e esperou o Conselho Tutelar e a polícia chegarem.

A criança foi transferida de um posto de saúde para um Hospital Universitário. As informações são de que a menina está saudável e sob os cuidados de um abrigo. Agora, Kelly aguarda os trâmites judiciais torcendo para um final feliz. 

Mãe biológica não deve ser julgada, defende empresária

Apesar do abandono, Kelly diz que a genitora da criança não deve ser julgada de forma precipitada, antes de ser ouvida. “Ninguém sabe o que aconteceu com esta mulher, ninguém sabe o desespero dela. Ninguém sabe se foi vítima de abuso, se foi estuprada, se é alguma adolescente. Sabemos que ela certamente estava desamparada, em situação de vulnerabilidade”.

Em vez de julgar, vamos torcer para que Kelly consiga adotar a bebê!

Conheça a história de quatro mulheres que revolucionaram seus destinos, decidiram empreender em momentos de dificuldade e voaram alto!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Fonte: MIDIAMAX

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,755,527SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Vigia da escola da Flórida que sofreu massacre arriscou a própria vida para salvar os alunos

Infelizmente, no dia 14 aconteceu mais um caso de tiroteio em escola, nos EUA, na escola Marjory Stoneman Douglas de Parkland,a na Flórida e...

Mapa da contaminação por agrotóxico no Brasil revela regiões onde pessoas estão mais expostas

Por Débora Spitzcovsky Intoxicação alimentar, câncer, problemas neurológicos e até genéticos! O assunto não é brincadeira: segundo a ONU, os agrotóxicos contaminam três milhões de...

Projeto faz festas de aniversários para crianças carentes que moram em abrigos

Fazer festas de aniversários pode ser uma feliz rotina para muitas crianças ao redor do mundo, mas, bem aqui na cidade de São Paulo, também...

Maroon 5 aparece de surpresa em casamentos e faz alegria dos noivos

Já imaginou se no dia mais feliz de sua vida, o dia do casamento, o Maroon 5 aparece de surpresa na festa para animar...

Festival MADA anuncia parceria com startups do bem

O público poderá fazer doações, sem gastar dinheiro, para ONGS espalhadas pelo Brasil e pelo mundo.

Instagram