Empresário dá emprego para morador de rua que encontrou e devolveu sua carteira

Já contamos inúmeras histórias de pessoas que encontraram dinheiro e devolveram para os seus verdadeiros donos. E quando esse gesto vem acompanhado de uma recompensa, que não seja em dinheiro, ficamos ainda mais felizes.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Foi o que aconteceu na Tailândia. Um morador de rua chamado Woralop encontrou uma carteira com 21 mil baht (cerca de R$ 1.800) enquanto caminhava pela rua. Mas, ao invés de usar o dinheiro para comprar comida ou alguma roupa nova, ele entregou para a polícia.

O dono da carteira, Niity Pongkriangyos, retribuiu o gesto de Woralop lhe dando um emprego com um salário de R$ 1.300. O empresário contou a um jornal local que provavelmente não teria tido a mesma atitude de Woralop se estivesse na situação dele.

Além disso, o empresário deu um campo com cama para o agora ex-sem teto. “Eu gostaria de agradecer Nitty e Tarika por toda a bondade que eles tiveram comigo”, agradeceu Woralop.

201609031531052ZBbwduQbK

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Com informações da REDETV!
 

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,765,320SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Folha de bananeira substitui plástico em mercearia de SP

Fundada em 1926, por um português, a Casa Santa Luzia é quase centenária. Tantos anos de existência não seriam possíveis se não fosse antenada...

Padaria deixa cesto do lado de fora com pães e salgados para quem precisa

Todos os dias, uma padaria em Curitiba coloca uma cesta do lado de fora com pães e salgados para moradores de rua e para quem passa por ali indo ao trabalho.

Após 12 anos escondendo vitiligo, modelo brasiliense se torna exemplo de autoaceitação

Por 12 anos a modelo de Brasília, Larissa Sampaio, de 18 anos, escondeu seu vitiligo. Eram camadas super reforçadas de corretivo e base, deixando...

A emoção de uma mulher ao escutar sua voz pela primeira vez após 40 anos

Imaginem um mundo encoberto pelo silêncio, onde tudo que vemos não pode ser ouvido, nem o barulho do teclado que estou digitando agora. Joanne Milne...

Instagram