Participe de um encontro pelo fim da comunicação fast food!

Já parou (se é que dá tempo) para pensar no quanto estamos apressados e no como estamos deixando de dar valor às pequenas coisas?

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Na hora de comer, por exemplo, já não damos mais valor ao preparo. Quanto mais rápido e prático, melhor. São raros os momentos em que preparamos aquele prato com todo o cuidado, pensando em alguém especial, ou até em nós mesmos. Abre um saquinho aqui, um pote ou lata ali, nenhum questionamento de onde vem o quê, mistura tudo e pronto, só colocar para dentro.

E quando somos nós a consumir o alimento, aí nem se fala… Não damos atenção, engolimos sem nem mastigar, dificultando a absorção dos nutrientes e tornando a digestão difícil. Tem um tipo de comida que até dá água na boca, mas na hora do vamos ver, não vale nada, zero nutrientes. Sim, o famoso fast-food!

Nossa alimentação padece desse mal, mas ela não está só. Nossa comunicação segue pelo mesmo caminho.

Ora parece que a informação é sempre o prato de entrada, mas o principal que é bom, nunca chega. Ora é informação demais, ficamos empanturrados e a digestão é difícil. Há também situações onde falta um algo a mais, tudo parece meio sem sal, sem deixar grandes impressões. E quando querem nos enfiar algo goela abaixo, mesmo que a gente não goste ou não tenha apetite para tal? Na hora de consumir, os paralelos se repetem…

Em um mundo cada vez mais veloz, esses quadros pioram a cada dia. Se no primeiro caso, é a nossa saúde que sofre, no segundo são nossas relações, pessoais ou profissionais, que passam a conviver com conflitos e desentendimentos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mas assim como estamos vivendo uma revolução na alimentação, a comunicação também merece seu lugar à mesa (de debate). Sem dúvidas, o mundo seria um lugar melhor se nossa comunicação fosse sempre preparada com o cuidado que ela merece, nutrindo nossas relações e trazendo sabor para nossas vidas.

Vamos descobrir juntos os caminhos para que isso seja possível?

Participe de mais um delicioso encontro do R:evolucione, agora com Ed Conde. Uma conversa descontraída e bem humorada onde, juntos, vamos discutir o que fazer para que a comunicação seja sempre um prato apetitoso, agradável e de fácil digestão.

Para se inscrever é só clicar aqui.

A mesa está posta. Bom apetite!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,508,125SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Inspirada pela mãe, menina de 7 anos já quer ser empreendedora e ajudar em casa

Quem quando criança não quis brincar de ter seu próprio negócio, fingir que é vendedor? Eu adorava! Para Luiza Cristina, de 7 aninhos, o...

Jovem que teve queimaduras em 65% do corpo após acidente, comemora gravidez

Em 2011, a vida da australiana Turia Pitt mudou completamente. Após ser atingida pelo fogo durante um incêndio florestal em uma ultramaratona, a jovem...

Menina demonstra sensibilidade musical em vídeo que está bombando na internet

Uma menina brinca de conduzir coro de uma igreja no Quirguistão, república da Ásia Central. Apesar de ser algo aparentemente banal em um lugar remoto, alguém com uma...

Moradores da Bahia sem acesso à eletricidade ganham lampiões movidos a energia solar

Por The Greenest Post Atenção a contradição: apesar de manter a maior número de usinas de energia eólica em seu território, o Nordeste ainda tem a maior concentração de...

Instagram