Enfermeira adota crianças com doenças terminais abandonadas por suas próprias famílias

O diagnóstico de uma doença terminal é avassalador para qualquer paciente, mas imagine para uma criança? 😞

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Infelizmente, para algumas delas, essa realidade pode ser ainda pior: não são raros os casos de famílias que abandonaram seus pequenos em hospitais no meio da luta contra a doença.

Por vezes, essas crianças têm apenas a equipe médica para contar em seus últimos momentos de vida. Nos EUA, entretanto, uma enfermeira aposentada decidiu fazer a diferença na vida de dezenas de pacientes terminais: desde 2012, ela oferece a muitas deles a qualidade de vida que merecem.

enfermeira adota crianças doenças terminais

Sabia que agora o Razões tem um livro? O Que Eu Aprendi Até Agora – 50 Conselhos Inspiradores Para Uma Vida Cheia de Razões Para Acreditar! está em pré-venda até 15/08. Comprando o seu exemplar agora, ganhe um brinde especial + frete grátisclique aqui.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A enfermeira aposentada Cori Salchert adota crianças com doenças terminais ou condições limitantes. Ao lado do marido e 8 filhos, ela acolhe e oferece um lar zeloso aos pequenos que enfrentam tantos desafios diariamente e não merecem ficar sem amor.

De acordo com o portal Today, a primeira criança adotada por Cori e seu marido Mark foi uma menina chamada Emmalyn, em 2013. Ela nasceu sem os hemisférios direito e esquerdo do cérebro e recebeu um prognóstico médico pouco animador.

enfermeira adota crianças doenças terminais

Apesar de tudo, Cori e sua família não desistiram da menina e a levaram para casa, cuidando dela por 50 dias, até que ela faleceu nos braços de Cori.

Nos últimos oito anos, dezenas de crianças já passaram pela casa da família, cada uma transformando suas vidas de maneira única e lhes ensinando um pouco mais sobre o amor.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

As experiências que teve com os pequenos pacientes fizeram Cori lançar um livro de memórias chamado “I will love you forever” (“Eu te amarei para sempre”, em tradução livre), no qual compartilha as coisas boas e ruins que sua família passou desde que abriu sua casa e coração para essas crianças.

enfermeira adota crianças doenças terminais

Cori conta que a dedicação dela e dos seus filhos é integral: eles sofrem muito quando elas falecem, mas que seus corações são partidos e forjados novamente, ainda mais amorosos e fortes.

enfermeira adota crianças doenças terminais

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O trabalho extraordinário de Cori tornou ela reconhecida em sua comunidade e no resto do mundo: suas ações inspiram e tem ajudado pais e cuidadores a viver o seu luto da melhor maneira possível depois da perda de uma criança.

A enfermeira aposentada afirma que a morte é algo que não podemos mudar, mas que lidar com isso de uma forma melhor é algo maravilhoso. ❤️

Sabia que agora o Razões tem um livro? O Que Eu Aprendi Até Agora – 50 Conselhos Inspiradores Para Uma Vida Cheia de Razões Para Acreditar! está em pré-venda até 15/08. Comprando o seu exemplar agora, ganhe um brinde especial + frete grátisclique aqui.

Assista também:

Fonte: Hypeness
Fotos: Reprodução / Facebook: Cori Salchert

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM









Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,805,539SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

“Heróis do Dique”: jovens mergulham em dique e salvam idoso em Salvador (BA)

Os jovens Breno, Luan, Júnior e Denilson resgataram um idoso de 72 anos que caiu em um dique em Salvador (BA), após um acidente...

Marvel autoriza fã com doença terminal a assistir Vingadores 4 antes da estreia

O ator australiano Chris Hemsworth, o Thor, foi o responsável pela resposta de um emocionante pedido levantado pela internet - uma comunidade online se...

Motoqueiro é ‘flagrado’ cuidando de moradora de rua e video viraliza; assista

O “flagra” do motoqueiro foi registrado pelas câmeras de segurança de uma loja na Vila Kennedy, Zona Oeste da cidade.

Mãe realiza sonho de intercâmbio do filho vendendo 300 kg de latinhas

O estudante está na Finlândia desde agosto de 2016 e hoje ele já fala inglês, sueco e está aprendendo francês.

Horta flutuante em NY vai permitir que moradores colham alimentos frescos de graça

O rio Hudson, no Brooklyn, na cidade de Nova York vai ganhar uma horta flutuante com 80 tipos diferentes de alimentos, que podem ser colhidos gratuitamente. O projeto "Swale" é da artista Mary...

Instagram

Enfermeira adota crianças com doenças terminais abandonadas por suas próprias famílias 2