Enfermeira adota homem autista com doença cardíaca para salvar sua vida

A enfermeira Lori Wood, 57 anos, decidiu adotar um homem autista que tem uma doença cardíaca, para salvar a vida dele.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

No ano passado, Jonathan Pinkard, 27 anos, foi atendido pela enfermeira na UTI do Hospital Piedmont Newnan, na Geórgia (EUA). Ele precisava urgentemente de um transplante de coração, mas estava sendo barrado pela lista de receptores para transplantes porque não tinha alguém para cuidar dele após o procedimento – sua avó materna havia falecido recentemente e a mãe estava em reabilitação.

Em alguns estados americanos há uma exigência médica para que os receptores de órgãos tenham alguém para cuidar deles após a operação.

Enfermeira adota homem autista com doença cardíaca

Caso fosse aceito pela lista de receptores, Jonathan passaria meses internado no hospital sem a companhia de ninguém e ao receber alta, seria encaminhado para um albergue ou abrigo masculino, uma vez que não tinha onde morar.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia também: Jovem de 27 anos adota senhorinha de 70 que morou 60 em um hospital

Felizmente, seu destino foi outro: ao conhecer Lori Wood, foi amizade à primeira vista!

Ao tomar conhecimento de sua história, a enfermeira se ofereceu para adotá-lo e se tornar sua guardiã legal, para que ele pudesse ser colocado na lista de transplantes.

Enfermeira adota homem autista com doença cardíaca

O transplante

A cirurgia foi super bem sucedida! Jonathan recebeu um coração novo em agosto deste ano.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Lori Wood – que o rapaz chama carinhosamente de “mamãe” – monitora os medicamentos do rapaz e cuida dele até hoje. A enfermeira também tem ensinado a Jonathan a ser independente.

“Em algum momento, Deus coloca as pessoas em situações na sua vida e você tem a opção de fazer algo a respeito. E eu acho … que para esta situação não havia escolha. Realmente não foi planejado. Ele teve que voltar para casa comigo”, disse a enfermeira ao Piedmont Healthcare.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

The President’s Award is the culminating event of Piedmont’s Promise 360 employee recognition program that awards deserving employees who go above and beyond for patients, visitors or their co-workers. Nominees to the President’s Award include one Promise 360 Champion and two Spotlight winners who represent each Piedmont hospital and entity. The 2018-2019 winner is Lorinda (Lori) Wood, staff RN, PACU from Piedmont Newnan Hospital.

Publicado por Piedmont Healthcare em Sexta-feira, 4 de outubro de 2019

Vaquinha para ajudar a enfermeira

Para pagar as despesas médicas e o transporte hospitalar de Pinkard, Lori criou uma vaquinha virtual no GoFundMe.

Tanta gente se sensibilizou com a história, que ela já bateu a meta de 6 mil dólares.

Educação, esporte e arte são fundamentais para a inclusão social de grupos vulneráveis, concorda? Conheça então três projetos que defendem essas causas, escolha a sua favorita, apoie e concorra a um super prêmio de R$ 1 milhão da promoção “Ganhou, Causou”, da Nestlé. Clique aqui e saiba como participar!

Fonte: Upworthy/Fotos: Reprodução/Twitter Thrive and Seek Co.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,829,971SeguidoresSeguir
24,609SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Tudo o que você precisa saber sobre o autismo para começar a compreendê-lo

O autismo é certamente uma das condições humanas mais complexas de se entender e de se abordar. Essa característica neurológica, para usar um termo...

Foto de cão abraçando sua amiga horas antes da eutanásia viraliza na web e salva suas vidas

Kala e Keira, dois cães de um abrigo de animais que estavam com a morte certa e data da eutanásia marcada, provaram que abraços podem...

Gari viraliza nas redes sociais ao dançar com uma vassoura no calor escaldante do Rio

A vida é muito mais doce quando sorrimos para ela, como mostra o gari Valdo Luís Marques da Conceição, de 53 anos, que viralizou...

Garoto comemora aniversário de 4 anos com garis em Rondonópolis (MT)

Segundo a família, Theo chama os garis carinhosamente de “meus amigos” e mesmo quando está passeando com a mãe faz questão de parar para cumprimentá-los.

Ex-segurança de hospital volta a trabalhar no local, mas como médico residente

Russell Ledet tem 34 anos e é um veterano da Marinha dos EUA. Ele trabalhou por cinco anos como segurança no Baton Rouge General...

Instagram

Enfermeira adota homem autista com doença cardíaca para salvar sua vida 3