Em momento de desespero, enfermeira inventa “técnica da mãozinha” e conforta paciente com Covid-19

“Pensa que você está segurando na mão de Deus”. Foi com essas palavras que a enfermeira Lidiane Melo, de 37 anos, pediu para uma paciente com Covid-19 se agarrar a duas luvas cirúrgicas preenchidas com água morna para confortá-la em um momento de desespero.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Lidiane, que trabalha em um hospital na ilha do Governador (RJ), tentou de tudo, até mesmo molhar a mão da paciente com água morna para medir a saturação. Mas havia o risco de contaminação. Pensou mais um pouco e foi quando teve a ideia simples e que fez uma grande diferença. Deu certo!

Em três minutos, a entrega de sangue nos tecidos do corpo melhorou e Lidiane pôde medir a saturação do oxigênio. A história aconteceu no ano passado, mas só viralizou agora. A enfermeira achou a foto no celular e resolveu postá-la em suas redes sociais.

paciente covid-19 segura luvas cirúrgicas preenchidas água morna
“Técnica da mãozinha” tranquilizou paciente e enfermeira pôde medir a saturação de oxigênio. Foto: arquivo pessoal

“Ela não deixava a gente sedá-la, só dizia que a gente não poderia deixá-la morrer, que tinha duas filhas e duas netas, que cuidava da família. Depois de uma conversa, ela pediu para eu segurar a mão dela. Disse que não podia, que tinha outros pacientes para atender, mas que ia fazer uma coisa”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Fiz a mãozinha, ela se acalmou, disse que parecia que eu estava segurando a mão dela e eu disse que não era a minha, que era para ela pensar que era a mão de Deus, que ia ajudá-la a sair dali”, lembra Lidiane.

selfie enfermeira sorrindo hospital
A criativa e generosa enfermeira Lidiane. Foto: arquivo pessoal

Felizmente, a paciente se curou e recebeu alta. E se deu certo uma vez, daria certo em outras tentativas. Dito e feito! Lidiane já aplicou a “técnica da mãozinha” ou “mão de Deus” em outros pacientes, desde então.

“O dia que não for para me sensibilizar ou chorar com a dor do outro, paro de trabalhar na hora”, concluiu.

Mais histórias de emoção? Temos! Dá o play e conheça a jornada do ex-Masterchef Brasil, Juneo 👇

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,413,626SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

No lugar de cesta básica, família ganha ‘vários pacotes de sal’, comove internautas e recebe R$ 46 mil em doações

Nove pacotes de sal e quatro de farinha. A tal “cesta básica” acabou com a dona de casa Marcela Marinho.

Empresa brasileira de coco recebe selo Rainforest de agricultura sustentável

Com 35 anos de tradição no setor de alimentos e bebidas derivados do coco, a Ducoco é a primeira empresa brasileira do agronegócio a...

A guerreira que luta por direitos e contra a violência em bairro carente de Campinas (SP)

Carmen teve que superar a violência em sua vida para fazer o mesmo na comunidade fundada por ela

Saiba mais sobre uma doença social pouco conhecida no Brasil: a endometriose

Esse post foi elaborado com o objetivo de disseminar e informar um público cativo e massivo aqui do RPA: as mulheres, mas os homens...

Instagram