Engenheiro que virou ‘lixeiro’ cria negócio que revoluciona o mercado da reciclagem

Clique e ouça:

Em um país onde apenas 4% do lixo é reciclado, o engenheiro de materiais Henrique Guilherme Brammer Jr aceitou o desafio de desenvolver um negócio de impacto social que lida com os resíduos de difícil reciclagem, como os plásticos com dupla ou tripla composição.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Henrique, que se considera um ‘lixeiro’, fundou a Boomera, uma empresa que promove a economia circular agregando valor a materiais recicláveis que iriam para aterros sanitários e lixões.

Até então completamente descartadas, as capsulas de café e as fraldas usadas passaram a fazer parte da cadeia produtiva, beneficiando diferentes atores do processo. A Boomera hoje conta com 150 funcionários e prevê movimentar R$ 100 milhões neste ano.

engenheiro lixeiro boomera mercado reciclagem

Visibilidade

E o reconhecimento pelo salto inovador de Henrique já chegou: ele venceu o Prêmio Empreendedor Social 2019, maior concurso de empreendedorismo socioambiental da América Latina e um dos mais relevantes do mundo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia também: Ex-detento cria usina de reciclagem e vira palestrante de empreendedorismo

Em meio a todo esse trabalho, o engenheiro-lixeiro também tem financiado pesquisas em institutos e universidades, além de trazer inclusão social para cerca de 8 mil catadores em 13 estados brasileiros, cuja renda saltou de R$ 400 para R$ 1.500 mensais; parceria com 200 cooperativas; e a reciclagem de 60 mil toneladas de plástico anuais.

Reciclagem & Economia Circular

O impacto da economia circular está em todo lugar: o lixo recolhido na Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro, tornam-se cones para aulas de educação física; fraldas sujas são convertidas em lixeiras e cabides; embalagens de suco em pó se tornam instrumentos musicais.

engenheiro lixeiro boomera mercado reciclagem

Expansão

A Boomera é responsável pela gestão de mais de 100 pontos de coleta seletiva do programa Estação de Reciclagem Pão de Açúcar Unilever, além de possuir uma fábrica em Cambé, no Paraná, que conta com um faturamento de cerca de R$ 40 milhões. Em breve uma nova fábrica, na capital paulista, será aberta para transformar cápsulas de café descartadas em suportes plásticos e porta-cápsulas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mais do que isso: o negócio promete se expandir para outros países, como Argentina, Chile e Colômbia por meio do CircurlarPark – metodologia que envolve cientistas e catadores que permite a reciclagem de resíduos difíceis, que retornam para a indústria.

engenheiro lixeiro boomera mercado reciclagem

“No futuro, temos como objetivo alcançar parceiros globais e expandir nossos projetos para outros países. Todos têm problemas com o lixo e o planeta ainda adota o modelo linear como premissa. Isso precisa mudar e é possível”, afirma, acrescentando que 1 milhão de pessoas, na cidade de São Paulo, vivem da reciclagem.

Leia também: Embalagem 100% biodegradável feita de arroz, café e coco vem para brigar com o plástico

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

Fonte: Ciclo Vivo/Fotos: Renato Stockler

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,054,007FãsCurtir
2,191,217SeguidoresSeguir
17,859SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Garoto recebe ajuda de gamer profissional e sugere vender latinhas para retribuir

Essa semana muita gente se emocionou com a história do garoto Guilherme, um menino humilde que gosta de jogar um game chamado Free Fire,...

Adolescente recusa oferta de R$ 46 milhões por site sobre Covid-19

O que você faz quando tem 17 anos? Pensa em estudar, curtir a balada, se divertir. Mas, não o Avi Schiffmann. Ele construiu um...

Mãe que anunciou faxina por R$ 20 para alimentar filhos comove internautas e recebe R$ 53 mil em doações

A jovem mãe Liliane está desempregada e as faxinas foi o meio que encontrou pra não faltar comida em casa.

Desconhecido compra todo algodão doce de idoso que trabalhava na chuva [VÍDEO]

Se puder ajudar alguém, ajude! Essa é a mensagem deixada por um desconhecido que comprou todo o algodão doce de um idoso que estava...

História de amor: marido larga tudo para cuidar de esposa em estado vegetativo

Essa é mais uma história sobre o amor na sua forma mais poderosa! Há dois anos David Cesar, 27 anos, cuida da sua esposa...

Instagram

Engenheiro que virou 'lixeiro' cria negócio que revoluciona o mercado da reciclagem 13