Entregador que perdeu emprego por não ter computador bom ganha emprego no Ifood

Sabe aquele ditado de que há males que vêm para o bem? Então, foi isso o que aconteceu com o jovem ex-entregador e agora programador Vitor Eleotério.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ele perdeu uma vaga de emprego na sua área de programação por não ter um computador bom ou um celular de última geração. Mas a história ganhou repercussão e, agora, ele vai ser desenvolvedor na empresa onde antes trabalhava como entregador.

“Eu sempre sonhei em trabalhar em uma empresa como o Ifood. Quando as coisas ficavam realmente difíceis eu ficava lendo sobre as empresas de tecnologia, ficava vendo fotos do escritório do Ifood, entre outras… Isso me dava força e foco. Então quando tive oportunidade foi como um sonho se realizando e quando fizeram uma oferta tão boa eu fiquei mais feliz ainda”, disse ele.

Homem em bicicleta de entrega de comida
Vitor trabalha como entregador desde os 13 anos de idade e agora vai passar a ser programador onde antes era entregador. Foto: Arquivo pessoal

Vitor é um cara muito novo que desde os 16 anos de idade mora sozinho. Para se manter, ele trabalhava como entregador do Ifood, enquanto estudava programação. Aí veio a pandemia e tudo se complicou, ele teve que largar o trampo e passou a se dedicar a um projeto, um processo seletivo de uma empresa em que precisava desenvolver um aplicativo ao final.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Vaquinha para motoboy humilhado por homem em condomínio de luxo para dar a volta por cima! Clique aqui e contribua.

Mas o problema é que o PC dele não rodava nada e era impossível desenvolver algum projeto de programação no computador velho. Só que se você pensa que ele desistiu, tá enganado. Vitor começou a fazer o trabalho no celular, mesmo com a tela toda quebrada.

Tela e teclado de computador notebook
Computador de Vitor não ajudava a realizar trabalho. Foto: Arquivo pessoal

Depois de meses de muito esforço, conseguiu entregar o projeto, e apesar de ser um dos melhores do processo seletivo, foi dispensado por não ter os equipamentos necessários para o trabalho.

“Eu acho que grandes empresas perdem grandes colaboradores, por tratar de todos os processos seletivos como uma régua. Não adianta ter pessoas altamente técnicas e mal caráter ou sem motivação que desistem nos primeiros obstáculos”, disse.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ele fez um desabafo no LinkedIn e a história repercutiu bastante.

Volta por cima veio em grande estilo

Depois de fazer o post falando sobre a frustração, Vitor recebeu milhares de mensagens de apoio. Uma amiga próxima consertou a tela do celular dele e um desconhecido entrou em contato para enviar um computador usado em melhorias condições do que o dele.

E a cereja do bolo foi mesmo o contato do Ifood oferecendo uma vaga, não mais como entregador, mas agora como desenvolvedor de projetos na área de tecnologia. E agora ele vai ter acesso a equipamentos de ponta para desenvolver todo o seu potencial.

Homem de óculos, capacete de bicicleta e mochila de entregador
Vitor já realizou vários trabalhos, mas sonha em ser programador e agora terá essa oportunidade. Foto: Arquivo pessoal

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Agora é continuar focando no desenvolvimento, quero investir mais ainda em capacitação, quero terminar meu curso superior (Análise de Sistemas), fazer uma pós-graduação, curso de línguas. Quero focar muito na minha carreira e me tornar o profissional de valor dentro do mercado, o profissional que eu sempre quis ser”, disse.

E com certeza será!

selo conteúdo original

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,644,941SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Crianças cantam parabéns em língua de sinais para zelador surdo

Um dia mais do que especial para um simples zelador da Hickerson Elementary School, no Tennessee, Estados Unidos. O Sr. James Anthony, como é...

Artesanato melhora quadro de pacientes com transtornos mentais

Os alunos criam bonecas, panos decorativos, chaveiros, lembranças, entre outros produtos que inspiram criatividade e com um bom acabamento.

Foto de cachorra “cuidando” da barriga de dona grávida viraliza

Quem tem gato ou gosta de gatos provavelmente já conhece o canal da Isa Gateira. Ela sempre compartilha dicas sobre cuidados com a saúde...

Escola nos EUA instala painéis de energia solar e dinheiro economizado vai para o salário dos professores

Uma escola no Arkansas (EUA) deu um super exemplo de sustentabilidade e respeito aos professores. A diretoria da instituição decidiu instalar painéis de energia solar...

Sem-teto filmada cantando ópera recebe convite para gravar álbum e arrecada mais de US$ 70 mil

Um policial que fazia a segurança do metrô de Los Angeles gravou no dia 24 de setembro um vídeo de uma mulher sem-teto cantando...

Instagram