Sempre pronto a ajudar, entregador vira Analista de TI num intervalo de apenas dois anos (SP)

“Eu falo que nunca fui a pessoa mais preparada, mas sempre fui a pessoa que estava ali pra ajudar”, diz Gabriel Melo, que começou a sua história no Rappi como entregador independente, alcançando o posto de Analista de TI no Rappi Bank, em São Paulo, num intervalo curtíssimo de dois anos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Gabriel, 24 anos, trabalhou nas ruas como entregador do app por dois anos. E, então, certo dia viu uma oportunidade de trabalhar internamente como empregado. E não demorou muito para conseguir duas promoções.

selfie entregador parceiro do aplicativo rappi
O entregador que virou Analista de TI. Foto: Arquivo pessoal

No cargo que iniciou como empregado do Rappi, Gab estava atuando em um projeto que acabou sendo descontinuado e ele achava que a sua história no Rappi acabaria ali. Mal sabia que a empresa queria contar com sua experiência para tocar uma versão 2.0 do projeto interrompido, onde está até hoje.

“Isso é a magia das startups. Um jovem sem muita experiência tem muitas chances de ascensão. Se eu estivesse numa empresa engessada, pode ser que, em três anos, tivesse um aumento de salário”, conta Gabriel.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Gab ganhou do Rappi cursos para se qualificar: “Aqui dentro eu aprendi espanhol, comecei a minha faculdade de administração e consegui diversos cursos”.

colaboradores do rappi abraçados e sorrindo no escritório da empresa
Trabalhe com pessoas que acreditam em você! Foto: Arquivo pessoal

Terceiro melhor funcionário da empresa

O resultado disso não poderia ser diferente: Gabriel eleito o terceiro melhor colaborador do Rappi Bank.

“Não tinha perspectivas, mas como no Rappi tudo é possível, eu fico muito feliz por ter chegado onde cheguei”, comemora.

notebook sobre mesa
É daí pra cima, Gab! Voaaaaa! Foto: Arquivo pessoal

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Feliz por ter ocupado um espaço onde sempre quis estar e, como efeito disso, por agora poder passar mais tempo junto com a sua mãe e sua irmã mais nova.

filha abraça e beija mãe na cabeça com olhos fechados
Gabriel agora pode dedicar mais algumas horas do seu dia à mãe e à irmã mais nova! Foto: Arquivo pessoal

“Hoje, eu consigo sair do trabalho, jantar com a minha mãe, ajudar a minha irmã com a lição, e ir pra minha casa. Essa é uma das coisas mais gratificantes”, completa.

Coisa linda de ler, né?

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Você também pode ver e ouvir, dando play no vídeo abaixo:

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM






Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,972,916SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Pai pede para internautas retocarem uma foto de sua filha depois que ela faleceu

Nathen Steffel postou um pedido no site Reddit, ele gostaria de ver como sua filha, que havia falecido há pouco, ficaria numa foto sem...

Menino se veste de super-herói para cuidar e alimentar gatos de rua

Mas essas crianças são um caso muito sério de generosidade e empatia! Shon Griffin tem apenas cinco anos e mostra que fazer caridade não depende...

Gerard Piqué, da Espanha, salva passarinho de ser pisoteado na Copa do Mundo

Gerard Piqué salvou um passarinho de ser pisoteado durante a partida de sua seleção contra o Irã na Copa da Rússia.

[VÍDEO] Coletores de lixo salvam menina bloqueando fuga de sequestrador acusado de estupro

Dois trabalhadores de uma empresa de limpeza salvaram das mãos de um sequestrador uma menina de 10 anos. Seria mais um dia de trabalho...

Cachorro cego ganha seu próprio cão-guia e os dois formam uma dupla muito linda

Tao tem 11 anos e é um cãozinho Golden Retrievier muito adorável. Ano passado ele teve glaucoma e isso o deixou cego, infelizmente. Mas foi...

Instagram