Erramos ao esperar que o amor seja igual nos filmes. Ele está nas pequenas coisas!

O amor é simples e está nas pequenas coisas. Essa frase resume bem essa história linda que vamos contar.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Bete Melo, a mãe de Raissa de Souza, nasceu em uma família com poucas condições financeiras. Eles eram em nove irmãos e não puderam desfrutar de de regalias, como comprar brinquedos em lojas. Mas isso foi o de menos, porque eram felizes mesmo não possuindo muito.

Cada um cresceu, formou sua família, e Bete também. No ano em que seu primeiro filho nasceu, o Rene, a Kinder trouxe para o Brasil o Kinder Ovo, aquele chocolate que vem com uma surpresa dentro.

“Não lembro quando foi comprado o primeiro desses aqui em casa, só consigo me lembrar dessa caixa da foto já cheia. Mas lembro muito bem que a justificativa do meu pai para comprar tantos ovos era ‘sua mãe gosta muito e é muito bom vê-la feliz’. Lembro de ouvi-lo dizer essa frase muitas vezes, inclusive quando as contas estavam mais apertadas e ele comprava mesmo assim, pelo menos um ovinho, só para vê-la feliz”, conta Raissa.

Raissa também disse que quando encontravam o quebra-cabeça no chocolate era sempre uma frustração, e, por isso, algumas vezes, no dia seguinte seu pai trazia outro pra ver se vinha brinquedo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mas a família tinha uma condição entre eles: Bete deveria ser sempre a primeira a abrir os ovinhos e ver a surpresa dentro.

Os brinquedos ficavam em uma caixa, escondida no guarda-roupas, para que não fosse pega sempre.

“Demorei muitos anos para descobrir o esconderijo, hahah. Minha mãe sempre guardou com muito cuidado!”, disse.

Os olhos de Bete brilhavam sempre que chegava um novo chocolate. Ela nunca teve isso na infância e agora tinha. Era a realização de um sonho. Não só era, mas ainda é.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Hoje em dia a frequência dos ovos é bem menor também devido ao preço. Mas é engraçado como a felicidade ainda é a mesma.

“Quando eu era mais nova não entendia direito o que era isso. Agora entendo… é amor. Puro e simples. Não pelo fato do meu pai dar ovos de chocolate para a minha mãe. Mas sim pela justificativa: ‘sua mãe gosta muito e é muito bom vê-la feliz’. A vontade de fazer o outro feliz mesmo que seja com uma coisa tão simples quanto uma surpresa de plástico dentro de um ovinho de chocolate. A vontade de fazer o outro feliz por simplesmente fazer o outro feliz. É se importar. É cuidar. É amor. Um amor pra vida inteira!”, conclui.

Essa história serve para nos lembrar que o amor ainda existe sim e é uma escolha diária a ser demonstrada. É cuidar do outro, é querer ver o outro feliz. É simples.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,562,206SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Estudante de veterinária adota cãozinho que salvou com parada cardíaca e escolhe nome em enquete

Minha gente, o Lucas adotou o cãozinho que ele salvou com uma parada cardíaca na semana passada! O doguinho apareceu na rua do estudante de...

Pitbull acorda menino surdo para salvá-lo de incêndio em casa

O pitbull de uma família de Indiana, EUA,  está sendo aclamado como herói por alertar um menino surdo de um grave incêndio em sua...

Ação aproxima mães e filhas para viverem experiências surpreendentes

Todo mundo tem lembranças maravilhosas de histórias vividas ao lado dos pais na infância. Foi pensando nisso que O Boticário convidou um grupo de...

Vaquinha para bikeboy que faz entregas com o filho dobra a meta em menos de 24h

A história do jovem pai e bikeboy que saiu com o filho a noite para fazer entregas comoveu milhares de pessoas. Internautas criaram a vaquinha para ajudá-lo com a casa e o sonho de ter um salão de cabeleireiro.

Estudo canadense revela que árvores conseguem se comunicar

Um grupo de pesquisadores da área de ecologia da Universidade da Colúmbia Britânica, no Canadá, revelou que as árvores conseguem se comunicar, assim como...

Instagram