Erramos ao esperar que o amor seja igual nos filmes. Ele está nas pequenas coisas!

O amor é simples e está nas pequenas coisas. Essa frase resume bem essa história linda que vamos contar.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Bete Melo, a mãe de Raissa de Souza, nasceu em uma família com poucas condições financeiras. Eles eram em nove irmãos e não puderam desfrutar de de regalias, como comprar brinquedos em lojas. Mas isso foi o de menos, porque eram felizes mesmo não possuindo muito.

Cada um cresceu, formou sua família, e Bete também. No ano em que seu primeiro filho nasceu, o Rene, a Kinder trouxe para o Brasil o Kinder Ovo, aquele chocolate que vem com uma surpresa dentro.

“Não lembro quando foi comprado o primeiro desses aqui em casa, só consigo me lembrar dessa caixa da foto já cheia. Mas lembro muito bem que a justificativa do meu pai para comprar tantos ovos era ‘sua mãe gosta muito e é muito bom vê-la feliz’. Lembro de ouvi-lo dizer essa frase muitas vezes, inclusive quando as contas estavam mais apertadas e ele comprava mesmo assim, pelo menos um ovinho, só para vê-la feliz”, conta Raissa.

Raissa também disse que quando encontravam o quebra-cabeça no chocolate era sempre uma frustração, e, por isso, algumas vezes, no dia seguinte seu pai trazia outro pra ver se vinha brinquedo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mas a família tinha uma condição entre eles: Bete deveria ser sempre a primeira a abrir os ovinhos e ver a surpresa dentro.

Os brinquedos ficavam em uma caixa, escondida no guarda-roupas, para que não fosse pega sempre.

“Demorei muitos anos para descobrir o esconderijo, hahah. Minha mãe sempre guardou com muito cuidado!”, disse.

Erramos ao esperar que o amor seja igual nos filmes. Ele está nas pequenas coisas! 1

Os olhos de Bete brilhavam sempre que chegava um novo chocolate. Ela nunca teve isso na infância e agora tinha. Era a realização de um sonho. Não só era, mas ainda é.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Hoje em dia a frequência dos ovos é bem menor também devido ao preço. Mas é engraçado como a felicidade ainda é a mesma.

“Quando eu era mais nova não entendia direito o que era isso. Agora entendo… é amor. Puro e simples. Não pelo fato do meu pai dar ovos de chocolate para a minha mãe. Mas sim pela justificativa: ‘sua mãe gosta muito e é muito bom vê-la feliz’. A vontade de fazer o outro feliz mesmo que seja com uma coisa tão simples quanto uma surpresa de plástico dentro de um ovinho de chocolate. A vontade de fazer o outro feliz por simplesmente fazer o outro feliz. É se importar. É cuidar. É amor. Um amor pra vida inteira!”, conclui.

Essa história serve para nos lembrar que o amor ainda existe sim e é uma escolha diária a ser demonstrada. É cuidar do outro, é querer ver o outro feliz. É simples.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,836,848SeguidoresSeguir
24,779SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Modelo com distrofia muscular brilha em passarela da semana de moda de Nova York

A atriz e modelo norte-americana Jillian Mercado, 32 anos, brilhou na passarela da semana de moda de Nova York (NYFW), no último domingo (9). A...

Estudantes em Divinópolis (MG) criam perfil para informar e acolher mulheres vítimas de violência: “Assunto nunca é falado nas escolas”

O ‘Moça, você não está sozinha’ mostra a mulheres vítimas de violência que do outro lado tem alguém para apoiá-las!

Após chuva, estrangeiros ajudam a limpar Mercado Central de BH

Uma forte chuva atingiu a capital mineira na última terça-feira (28), inundando dezenas de casas e edifícios, como o Mercado Central, fundado em 1929...

Clientes ganham sobremesa por terem feito gestos de gentileza a desconhecidos

Vocês irão concordar: ajudar outras pessoas, mesmo que seja com pequenos gestos, acaba de alguma forma deixando nosso próprio dia melhor. Ficamos com aquela...

Grupo de jovens de SP mobiliza doações a moradores de rua

O frio chegou e com ele muitas pessoas que já passam dificuldades diárias nas ruas enfrentam ainda essas baixas temperaturas. Pensando nisso, alunos no colégio...

Instagram

Erramos ao esperar que o amor seja igual nos filmes. Ele está nas pequenas coisas! 3