Esclerose Múltipla: casal que se conheceu em blog mostra que a vida é muito mais do que a doença [VÍDEO]

“Quando a gente contou que ia ter um filho, falaram que ia ser uma irresponsabilidade”, conta a jornalista Bruna Rocha Silveira, esposa do historiador Jaime dos Santos Jr., o Jota. Ambos possuem Esclerose Múltipla, uma doença autoimune imprevisível do sistema nervoso que prejudica o fluxo de informação entre o cérebro e o corpo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Eles são pais do Francisco, de 5 anos de idade, e se conheceram através do blog Esclerose Múltipla e Eu, criado pela Bruna em 2009, nove anos depois de receber o diagnóstico de esclerose múltipla recorrente-remitente, o tipo mais comum da doença.

Naquela época, quase ninguém falava sobre esclerose múltipla na internet: “Queria compartilhar experiências e mostrar que existe vida com o diagnóstico, e não apesar do diagnóstico”, conta.

casal com esclerose múltipla se beija
Foto: Facebook/Bruna Rocha Silveira

Foi assim que Jota chegou até o blog. Ele estava começando um mestrado e Bruna, seu doutorado. Ela estava voltando de uma viagem de estudos em Cuba.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Lembro do e-mail que ele me mandou, perguntando algo do tipo, ‘é possível alguém com esclerose múltipla fazer doutorado e viajar?’ Duas coisas que a maioria das pessoas não pergunta pra quem tem esclerose múltipla, se pode viajar, estudar…”, lembra.

Bruna e Jota se conheceram pessoalmente em 2013. Começaram a namorar logo depois. Com o agravamento da doença, em 2015, Jota começou a usar cadeira de rodas. Foi morar com Bruna no mesmo ano e decidiram ter o Francisco.

mulher com esclerose múltipla segura filho no colo ao lado do marido
Foto: Facebook/Bruna Rocha Silveira

“Não é apesar da doença, a gente tem a doença com um filho. Seria estranho outro casal jovem ter um filho? Não, então, por que com a gente é? É um pouco disso que a gente tenta mostrar. O capacitismo é muito sutil”, afirma Bruna.

No vídeo abaixo, o casal fala mais sobre o início do seu relacionamento, a importância do tempo para o diagnóstico da doença e o processo do Jota para aceitação dos cuidados necessários, com direito a um final emocionante!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Dá o play:

View this post on Instagram

A post shared by Razões Para Acreditar (@razoesparaacreditar)

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,253,471SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Pai dança ‘hula’ para ajudar filha de 6 anos com medo do palco

Durante um show de talentos em Pasig City, nas Filipinas, o engenheiro Rjay Tolentino, 35 anos, deixou a vergonha de lado para dançar 'hula'...

Pai solteiro que cresceu em abrigo adota 5 irmãos para evitar que fiquem separados, como ele foi na infância

O americano Robert Carter, de 29 anos, foi adotado quando tinha 12 anos e passou um período longe de seus irmãos, por isto, quando...

Escola abre portas para alunos à noite para mantê-los fora das ruas

Quando adolescentes, muitos de nós mal podíamos esperar para o último sinal da escola tocar e enfim, podermos voltar para casa. Entretanto, esse não...

Equipe rival protege jogadora muçulmana para que ela arrume hijab durante partida

Empatia e fair play foram os protagonistas de uma partida válida pelo Campeonato Feminino de Clubes do Oeste Asiático. Após uma tentativa de drible de...

Voluntários se vestem de super-heróis para levar força a crianças com câncer

Voluntários vestem fantasias e se transformam em super-heróis por um dia para alegrar e entreter as crianças do Centro Infantil Boldrini, em Campinas (SP), que...

Instagram