Esclerose múltipla não impediu Miguel Rocha de ser campeão de bodysurf

Por Filipa Araújo

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

kickanteEm janeiro deste ano o feed de notícias do Facebook ficou inundado com a hashtag #vaidartudocerto. Em vários post’s as pessoas partilhavam palavras de incentivo e coragem e tagavam Miguel Rocha, o mais recente campeão de bodysurf de Portugal.

  • O livro Seu Sonho tem Futuro veio para que você viva seu sonho e crie renda extra, sem gastar dinheiro próprio!

O herói, o “Migas”, de 33 anos, descobriu, meses antes da competição nacional, que sofria de esclerose múltipla. Só aqui a história já é suficientemente boa para ser inspiradora, mas a coisa melhora. Acreditem. Numa entrevista à media portuguesa o Migas explica que foram os amigos que o salvaram. O campeão temeu o pior e chegou mesmo a pensar que nunca mais poderia surfar.

“Caiu o mundo aos meus pés, não sabia se ia continuar a competir, se ia continuar a andar. Não sabia nada, foi um choque”, relembrou, apontando que foram os amigos que começaram a pesquisar sobre a doença crônica e degenerativa e mostraram que há sempre esperança.

Com o coração restabelecido, Miguel não desistiu do seu sonho e mesmo treinando menos do que aquilo que gostaria chegou ao pódio e ergueu a taça. Com ele estava também a imensa claque que o seguiu, fosse onde fosse. Foi na praia da Vagueira, no município de Vagos, no centro de Portugal, local onde mora Miguel Rocha, que o campeão sentiu o poder do amor.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Se eu tivesse sonhado não teria sido tão perfeito. Tive o grande apoio da minha claque, “Os Vagueirudos”, que me acompanha para todo o lado. Nesse dia, eles eram à vontade 50 elementos e transmitiram-me muita força. Por vezes, usam potes de fumo e megafones, e quando estou na água fazem tanto barulho que parece que até estou a fazer uma nota máxima. Ou seja, para além de me apoiarem, também desconcentram os meus adversários. Entrar para a final e avistar essa gente toda no pontão… nem sei o que dizer, foi uma sensação única e irrepetível “, relatou à media.

Sempre de sorriso na cara e, se possível, dentro de água, Migas admite que é preciso “espírito positivo” para encarar esta doença sempre muito imprevisível. Até agora, Miguel Rocha teve dois surtos que lhe afectaram a visão, mas ele, e o mundo, espera que nenhum outro surto surja. A doença fez com que o Migas desse “mais valor à vida”, a ele e a todos aqueles que conhecem sua história.

Migas é campeão no mar e na vida e não podia estar mais feliz ao perceber que a sua história, e dos seus amigos, serve de inspiração ao mundo. #deutudocerto!

Foto de capa: BodySurf Ride

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

E se você também tem um sonho, este livro te ajudará a dar o próximo passo.

Esclerose múltipla não impediu Miguel Rocha de ser campeão de bodysurf 1

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,289,873SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Empresa cria substância que transforma óleo de cozinha em detergente em apenas 1 minuto

E se eu te contasse que você não precisa mais jogar o óleo de cozinha fora, depois de usá-lo, pois dá para lavar louça...

Coronavírus: O Boticário doa 1,7 tonelada de álcool em gel para Prefeitura de Curitiba (PR)

"Quando cada um faz a sua parte, o todo fica cada vez mais forte", acredita o Grupo O Boticário, que anunciou a doação de...

[VÍDEO] Homem surpreende vendedora ambulante ao doar R$ 5 mil

A onda da solidariedade através das redes sociais aumentou consideravelmente no ano passado. Conseguimos encontrar alguns perfis - inclusive aqui no Brasil - que...

Desde 1945 Holanda envia ao Canadá milhares de tulipas em forma de agradecimento

O Canadá recebe milhares de tulipas - anualmente, em reconhecimento pelo asilo dado a família real Holandesa durante a Segunda Guerra Mundial. Quando a Holanda...

Instagram

Esclerose múltipla não impediu Miguel Rocha de ser campeão de bodysurf 3