Escócia alcança 100% de capacidade de produção de energia eólica

A National Grid, empresa responsável pela administração da energia produzida na Escócia comunicou à imprensa que a produção de energia eólica do país foi superior à toda a demanda exigida no mês pela primeira vez na história.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Alimentando 109% da demanda total de energia, ou seja, gerando sobras, os números estabelecem um novo recorde para a geração de energia eólica na Escócia.

LEIA TAMBÉM: Por que cuidar da saúde deve estar no topo da sua lista de resoluções para 2019?

Gina Hanrahan, diretora de política da WWF Escócia, disse: “A energia eólica rompendo a barreira dos 100% é algo verdadeiramente mágico e importante.”

[Nota da Redação do Razões] (Matéria continua depois do vídeo abaixo)

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Crianças trocam brinquedos por pedido de trabalho para seus pais em cartinhas ao Papai Noel, assista:

“Durante meses, a produção flertou em torno dos 97%, por isso é fantástico alcançar esse marco. É importante notar também que em 20 dos 30 dias anteriores, a produção eólica superou a demanda,” disse Gina.

A maior parte da energia adveio de turbinas fixadas em terra firme, que sabemos ser mais populares, baratas e eficazes. Gina, no entanto, disse que o Reino Unido (no qual a Escócia faz parte) precisa autorizar o acesso a novas tecnologias, desbloqueando por exemplo o acesso ao mercado de produção de energia eólica offshore (isto é, turbinas fixadas em alto-mar) para aumentar o potencial de geração.

A National Grid disse que o melhor dia para a geração eólica foi em 28 de novembro, quando um total de 116.599 megawatts (MW) foram produzidos – o suficiente para abastecer 9,59 milhões de residências (ou 36 milhões de pessoas!)

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Adam Forsyth, analista de eficiência e pesquisador de fontes de energia alternativas disse que o bom resultado dos aerogeradores eram bastante encorajadores para os escoceses, mas apontou que a tecnologia de armazenamento não está acompanhando a geração.

“Estamos definitivamente prestes a ver um aumento no mix de energia renovável. Se tivermos melhor capacidade de armazenamento disponível, já não importará mais quando o vento sopra. No geral, precisamos ter mais fontes de energias renováveis ​​e menos intermitência no futuro.”

Adam acrescentou também espera que a energia advinda das marés se torne uma “maior parte do mix de energia na Escócia”.

Leia tambémLondres será ‘movida’ a energia renovável a partir de outubro

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ele disse que a escolha de empresas como a Simec Atlantis Energy para atualizar e investir em novas tecnologias permitirá que elas se tornem uma parte maior da história da energia no território escocês e, indiretamente, para o Reino Unido como um todo.

“Ter uma geração de energia mais mista ajuda muito a resolver problemas de intermitência,” finalizou.

A Escócia quer tornar-se completamente independente do petróleo em termos energéticos, e para isso pretende aproveitar todos os recursos naturais renováveis à sua disposição, com o projeto Renewables Scotland 2030, que Niall Stewart, presidente da associação de empresas de energias renováveis escocesas, definiu como “aproveitar o que a Escócia tem de melhor: o nosso mau tempo”.

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: Energy Voice
Foto de capa: Reprodução/O Petróleo

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,644,941SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Profissionais de saúde comemoram UTIs para Covid-19 vazias de hospital no RN: ‘Viva a vacina’

Alerta de lencinho! 🥺 Desde o dia 25 de junho, o Hospital Geral Doutor João Machado, em Natal (RN), conseguiu esvaziar uma ala inteira de...

Serena Williams investe R$ 12 milhões para combater mortalidade materna

Ainda na ativa, a tenista norte-americana Serena Williams é considerada uma das maiores atletas de todos os tempos, vencedora de incríveis 23 torneios de...

Hackathon para desenvolvedores negros tem inscrições abertas em São Paulo (SP)

O evento vai reunir desenvolvedores negros e negras da área de programação e desenvolvimento para uma maratona de desafios, aprendizados, mentorias e co-criação.

Após vaquinha, jovem que perdeu perna em acidente de moto conquista sua sonhada prótese

Foi graças a vocês que a jovem Kevelyn Nascimento, 20 anos, conseguiu comprar a tão sonhada prótese para sua perna esquerda. A fluminense, moradora...

O elefante mais solitário do mundo deixa o zoológico para finalmente ser livre

É sempre muito maravilhoso quando a gente vê que a relação da humanidade com a natureza só melhora a cada dia. Já contamos histórias...

Instagram