Escola americana aboliu distinção de gênero nos banheiros do jardim de infância e do Ensino Fundamental

Clique e ouça:

A escola americana Miraloma, em São Francisco, nos Estados Unidos, decidiu abolir a distinção de gênero nos seus banheiros. As placas que diferenciavam os banheiros masculinos dos femininos foram retiradas. A decisão da escola recebeu o apoio da comunidade.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A medida foi tomada depois de um pedido de oito estudantes, que são transgêneros ou não se identificam com os estereótipos normais de gênero.

“Queremos garantir que todas as crianças se sintam seguras e felizes” disse a diretora da escola, Ellen Shatz, ao Today Friday. “Espero que essa seja a tendência para o futuro”, completou.

Os novos banheiros usados pelos estudantes do jardim de infância e do Ensino Fundamental agora terão apenas uma cabine, ou seja, apenas uma criança poderá usá-lo por vez.

A mãe das gêmeas Ari Ella, que estão na primeira série do Ensino Fundamental da escola, Gedalia Braverman, afirmou ao Today Fire que apóia a mudança. A filha Ari não se identifica com seu gênero e geralmente prefere usar roupas de menino e ser chamada por pronomes masculinos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Acho que a mudança convida as crianças para aquele espaço em vez de colocá-las em um momento que gera confusão e ansiedade”, disse Braverman ao jornal.

A mudança segue gerando discussões nos Estados Unidos.

Fonte: Revista Crescer

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,026,080FãsCurtir
2,191,217SeguidoresSeguir
11,926SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Brasileira voluntária da 2ª Guerra Mundial é hoje voluntária na luta contra o Coronavírus

A dona Blandina era adolescente quando confeccionou luvas para os soldados brasileiros da FEB (Força Expedicionária Brasileira) que lutaram na 2ª Guerra Mundial. Lá se...

Jovens antecipam casamento após saber que um deles tem apenas 5 meses de vida

Se você, assim como eu, se acabou de chorar vendo "Um amor para recordar" lá em 2002, se prepare: essa história é real, e...

Policiais unem-se a manifestantes em ato contra racismo e violência, nos EUA

É preciso tomar muito cuidado com generalizações, afinal, a profissão e a raça de uma pessoa não podem a definir. E para provar isso, diversos...

Batismo de bebê conta com bençãos de familiares católicos, espíritas, evangélicos e umbandistas

Quando completou três meses de vida, o pequeno Iago recebeu as bençãos de sua família, cada qual à sua maneira: uma avó é católica,...

Surfistas vão todos os dias à praia para salvar vidas e recebem gratidão de banhistas

Só quem já passou pelo susto de perder o controle ao nadar em um mar ou uma piscina sabe o tamanho do alívio quando...

Instagram